PUBLICIDADE
Topo

Filhas de Gugu dizem que compra do carro tem 'assunto sério por trás'

Do UOL, em São Paulo

27/08/2021 08h11Atualizada em 27/08/2021 11h42

Sofia e Marina, filhas de Gugu Liberato, falaram hoje sobre as polêmicas envolvendo a herança do apresentador. Elas alegam que o vídeo em que elas aparecem reclamando da tia, irmã de Gugu, Aparecida Liberato, foi publicado sem autorização e as falas estão fora de contexto.

Oi gente, tudo bem? Então, eu estou fazendo este vídeo para esclarecer algumas coisas para vocês. Para todas as pessoas que estão me criticando e me julgando, já que houve o vazamento do vídeo, eu sugiro vocês a assistirem o vídeo inteiro, para vocês entenderem o contexto do vídeo. Sofia

Sofia afirma que a compra do carro, que ela gostaria que fosse um Porsche, esconde algo mais sério. Contudo, ela não revelou o que seria.

Vocês vão ver que, na verdade, não se trata de uma compra de um carro, se trata de um assunto muito mais sério e importante por trás disso. Também queria esclarecer que eu e minha irmã, a gente não deu e não daremos nenhuma entrevista para ninguém, tanto é que o nosso processo está sob segredo de Justiça. Também queria falar mais uma coisa: esse vídeo foi vazado sem o nosso consentimento, tanto é né, que só era para ser visto pelos olhos da Justiça. E os nossos advogados estão tomando todas as medidas possíveis para resolver isso! Sofia

Já Marina afirmou que elas não sabem como o vídeo foi vazado e reforçou que elas não deram nenhuma entrevista exclusiva até que o caso seja resolvido na Justiça.

Ela reforçou o mesmo discurso de Sofia sobre a compra do carro envolver outras questões.

A gente fez um vídeo e esse vídeo foi realmente um vazamento, que a gente não faz ideia de quem vazou esse vídeo, mas foi um vazamento e eu queria sugerir para vocês que estão nos criticando assistir o vídeo inteiro, porque realmente esse vídeo não é sobre uma compra de carro que a Sofia comentou, ele tem muito mais propósito do que isso. Ele é sobre um problema muito mais sério e muito maior, então eu também queria esclarecer que a gente não deu e a gente também não dará nenhuma entrevista, porque esse assunto é realmente bem sigiloso e é segredo de justiça. E por último, eu queria falar que os nossos advogados estão tomando as providências necessárias. Queria agradecer também todos vocês que me mandaram mensagens positivas e muito obrigada pelo carinho. Marina

Na quarta-feira (25), em um vídeo divulgado pelo site Metrópoles, elas comentaram sobre a relação com a irmã de Gugu e apontaram momentos em que ela teria mentido para as sobrinhas. Em nota ao UOL, a defesa das filhas do apresentador afirmou que o vídeo foi indevidamente vazado à imprensa e os fatos serão investigados.

Defesa diz que vazamento será apurado

Em contato com o UOL, de acordo com o advogado Nelson Wilians, que representa as gêmeas Marina e Sofia, elas "não deram entrevista para nenhum veículo de comunicação e nem darão". "A gravação foi feita diretamente para a Justiça e faz parte do processo de Inventário que tramita em segredo de justiça. Portanto, o vídeo foi indevidamente vazado à imprensa e os fatos serão apurados na esfera cabível", afirmou a defesa.

Briga pela herança

Gugu Liberato morreu aos 60 anos em novembro de 2019 após sofrer uma queda em sua casa nos Estados Unidos. Ele deixou 75% do se patrimônio, avaliado em R$ 1 bilhão, para os filhos e o restante para os sobrinhos.

Rose Miriam entrou na justiça, solicitando ter direito à herança de Gugu. Ela afirma que os dois possuíam uma união estável, enquanto a família do apresentador diz que Rose era apenas mãe de seus filhos.

No mês passado, as gêmeas Marina e Sofia, de 17 anos, foram emancipadas para apoiar a mãe no processo pela herança.

Elas questionam a administração dos bens de Gugu feita pela tia, Aparecida Liberato. Ao UOL, o advogado das duas afirma que Marina e Sofia protocolaram uma auditoria independente nas contas do inventário e querem prestar depoimento diretamente ao juiz, porque sempre foram a favor de um acordo e nunca estiveram contra a mãe.

João Augusto, de 19 anos, se manifestou em julho e disse que as irmãs estão sendo manipuladas pela mãe.

Fico triste e indignado em ver as mentiras e a nova manipulação que vêm sofrendo as minhas irmãs, duas adolescentes, que não percebem que as pessoas estão atendendo seus próprios interesses. Se tivessem mais idade e experiência perceberiam, sem dúvida.
João Augusto Liberato

Embed c/ autoplay: