PUBLICIDADE
Topo

Casa de Agnaldo Timóteo no Rio sofre terceira tentativa de invasão

Agnaldo Timóteo, que morreu aos 84 anos, é natural de Caratinga (MG) e foi conhecido como o "Cauby Mineiro" no começo da carreira. - Reprodução/TV Globo
Agnaldo Timóteo, que morreu aos 84 anos, é natural de Caratinga (MG) e foi conhecido como o "Cauby Mineiro" no começo da carreira. Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

16/09/2021 12h08

A casa do cantor Agnaldo Timóteo na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi alvo de uma terceira tentativa de invasão na madrugada da última terça-feira (14).

Procurado pelo UOL, o advogado Sidnei Lobo Pedroso, que é o inventariante do cantor e tutor judicial da filha adotiva do artista, explicou o ocorrido.

Por volta de uma hora da manhã, o caseiro da residência teria escutado um barulho e duas cachorras começaram a latir no quintal. Quando percebeu a movimentação interna, o homem que tentava invadir fugiu, mas deixou para trás um casaco. Na peça de roupa, havia um molho com as chaves do portão de entrada — no entanto, ele pulou o muro porque havia um cadeado.

Quem deu as chaves para esse cara? É uma coisa que eu não tenho resposta, e com certeza a autoridade policial vai trabalhar nesse sentido para poder descobrir exatamente quem é que deu essa chave, onde ele conseguiu e assim por diante. disse o advogado

As outras tentativas aconteceram em agosto. No dia 10, alguém teria pulado o muro e quebrado uma janela de vidro da residência. Apenas um dia depois, a mesma pessoa teria quebrado outro vidro da frente da casa com uma pedra.

Segundo o advogado, o segurança da rua afirmou que o homem que tentou invadir a casa nas duas primeiras vezes foi o mesmo que teria tentado novamente nesta semana.

Também procurada pela reportagem, a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro informou que um boletim de ocorrência sobre as tentativas foi registrado no dia 31 de agosto e que as investigações estão em andamento.

Agnaldo Timóteo morreu em abril, aos 84 anos, em decorrência da covid-19.