PUBLICIDADE
Topo

Luisa Mell relembra violência médica: 'Destruíram meu amor-próprio'

Luisa Mell falou sobre episódio de violência doméstico e como perdoar quem lhe faz mal - Reprodução
Luisa Mell falou sobre episódio de violência doméstico e como perdoar quem lhe faz mal Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL

16/09/2021 13h36Atualizada em 16/09/2021 13h48

A ativista da causa animal Luisa Mell, de 42 anos, aproveitou o Dia do Perdão para refletir sobre os efeitos da violência médica em sua vida. Ela diz que sempre teve facilidade para perdoar as pessoas, mas após ser vítima de uma cirurgia plástica não solicitada, e "de terem destruído seu amor-próprio", tem levantado alguns questionamentos.

"Sempre tive facilidade em perdoar. Até esqueço o que me fizeram. Achava uma qualidade. Mas este ano não. Como perdoar se a dor ainda é viva? Tive o ano mais triste da minha vida. Ainda estou lutando para sobreviver ao horror que me fizeram. Como vou conseguir perdoar se ainda dói tanto? Se ainda choro quando me olho? Destruíram meu amor-próprio porque eles acharam que eu podia ficar melhor", relatou, no Instagram.

Em julho, Luisa Mell contou ter sido vítima de violência médica em dezembro de 2020. Na ocasião, a ativista havia se submetido a um procedimento, mas, ao acordar, descobriu que o profissional responsável havia feito uma lipoaspiração em suas axilas, mesmo sem ter sido autorizado.

No desabafo sobre o Dia do Perdão celebrado entre os judeus, Luisa Mell afirmou que há nove meses ela tem frequentado médicos "tentando achar uma solução" para reverter o procedimento e pontuou que, graças ao "ensinamento" de uma cadela que ela chama de "anjo", compreendeu que "perdoar não é deixar de punir, nem cobrar alguém" ou mesmo ser algo "sobre os outros", mas, sim, "sobre nós mesmos".

"É sobre libertar seu coração. No dia de Yom Kipur, Deus perdoou Israel pelo bezerro de ouro. Deus também mostrou a Moisés que se o homem usar de misericórdia, perdoando os que estão a sua volta, ele poderá se conectar espiritualmente com o mundo da Misericórdia Divina, conseguindo que seus próprios erros sejam perdoados. Por isso nossos sábios nos ensinam que se o homem perdoar a quem o magoou, se mostrar benevolência e generosidade para com o seu semelhante, os Céus vão tratá-lo da mesma forma. Por isso neste Yom Kipur rezarei para que meu coração perdoe todos, para que assim eu possa me libertar de tanta mágoa. Aproveito e peço perdão a todos que magoei", completou a famosa.