PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


"A população está dormindo e gosta disso", critica Alexandre Nero

Alexandre Nero - Roberto Filho/Brazil News
Alexandre Nero Imagem: Roberto Filho/Brazil News
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

23/09/2019 20h02

Protagonista de uma das atrações da TV Globo que mais critica a corrupção na política, Alexandre Nero revela que já 'perdeu a esperança na humanidade'. No papel de Geraldo de "Filhos da Pátria", o ator participou do lançamento da segunda temporada da série, que aconteceu no Palácio do Catete, no Rio, na manhã de hoje, e disse que se o Brasil não evoluir logo voltaremos para os mesmos anos em que a série se passava, em 1930, momento de transição com o início da era de Getúlio Vargas e de muitas revoluções.

"A grande graça e desgraça da série é que nós nos identificamos com ela. Tudo que acontecia na época em que se passava é exatamente como acontece hoje. A graça é que nós vemos que tudo está igual, e a desgraça é essa também. Não evoluímos", critica o ator ao ser questionado a fazer uma comparação sobre a política da época e atualmente.

Ele completa: "O passado está escancarado no nosso futuro. Mais do que nunca no futuro do Brasil. Se continuarmos como estamos chegaremos logo em 1930."

Sem esperanças de mudança, Nero vai além: "Não tenho esperança nenhuma no nosso país. Para começar eu não tenho esperança nem na humanidade. Acho que a humanidade é algo que deu errado. A população está dormindo e gosta de dormir. Não vai acordar tão cedo. É aquela coisa: o gigante acordou, virou de lado e dormiu de novo."

Por fim, Nero responde se pensa em mudar de país, e responde com ironia, criticando a política mundial: "Se eu pudesse saia do planeta. Dá para ir pra marte? O mundo inteiro está numa vibe péssima. Não adianta só sair do Brasil."

Em "Filhos da Pátria", que terá sua segunda temporada com estreia no dia 8 de outubro, Alexandre Nero vive o chefe da família Bulhosa. Ele é casado com Maria Teresa (Fernanda Torres) e pai de Geraldinho (Johnny Massaro) e de Catarina (Lara Tremouroux). Cada um do seu modo interage com a situação política, social e econômica do país.

*Com colaboração de Lucas Pasin

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias