PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Viúva de Chico Anysio diz que Mazzeo impede Lug de Paula de receber herança

Malga Di Paula, viúva de Chico Anysio, e Bruno Mazzeo  - Montagem de fotos de reprodução/Instagram
Malga Di Paula, viúva de Chico Anysio, e Bruno Mazzeo Imagem: Montagem de fotos de reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

30/03/2020 05h00

Mais um capítulo na conturbada anulação do testamento de Chico Anysio se torna público. Malga Di Paula, viúva do comediante, divulgou nesta segunda-feira (30) uma carta aberta ao filho do artista, Bruno Mazzeo. Em um longo desabafo, ela diz que teve que procurar a imprensa já que o ator a bloqueou no WhatsApp, não atende e nem responde seus e-mails para resolver o imbróglio familiar.

A viúva de Chico Anysio acusa Mazzeo e os demais irmãos do ator de não terem prestado contas até hoje dos objetos e parte do patrimônio intelectual do comediante, morto em 2012. Segundo ela, isso estaria impossibilitando que Lug de Paula, conhecido nacionalmente como Seu Boneco, que ficou de fora do testamento, fizesse parte da partilha de bens. "Eu passei a defender que, o material entregue a vocês deverá ser apresentado para a redistribuição, contemplando assim o seu irmão mais velho. Esta é uma questão moral", diz Malga.

Além disso, ela afirma que as dívidas do apartamento onde viveu com Anysio até a morte do artista, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, foram feitas quando Mazzeo assumiu como inventariante. "Não havia dívida alguma enquanto esteve sob minha gestão", ressalta.

Malga Di Paula também rebate a fala de Mazzeo de que ela teria sido retirada da condição de inventariante ou seja, da função de administrar a partilha dos bens de Anysio, e alega que estava com a saúde debilitada devido a um grave quadro de depressão.

"Sobre o comportamento desidioso (preguiçoso) que vocês e seus representantes insistem em repetir, não me abala, estou habituada a comentários preconceituosos, já que é muito comum a discriminação aos portadores de transtorno depressivo maior (depressão), doença que seu pai também era portador", enfatiza Malga no texto.

Entenda o caso

O testamento de Chico Anysio foi anulado pela Justiça brasileira. O artista deixou de fora do documento seu filho Lug de Paula, que ficou conhecido nacionalmente como Seu Boneco, do projeto do pai, a Escolinha do Professor Raimundo. Pela lei brasileira, uma pessoa não pode deserdar um filho e retirar sua mulher da divisão de bens, por isso, o juiz da 2ª Vara da Família da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, decidiu anular o testamento.

Além disso, os advogados de Malga Di Paula, viúva de Chico, buscam que ela seja reconhecida como única herdeira do apartamento onde reside, o que não aconteceu. O imóvel fica de frente para o mar da Barra da Tijuca.

Leo Dias