PUBLICIDADE
Topo

Tutora pessoal de Britney diz que vai apresentar plano para fim da tutela

A cantora Britney Spears  - Reprodução
A cantora Britney Spears Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

30/06/2021 17h42

A atual tutora da cantora Britney Spears, Jodi Montgomery, rebateu as afirmações do pai da artista, Jamie Spears, de que ela seria a responsável pelas "dificuldades e sofrimento" de Britney, e anunciou que pretende apresentar um plano de cuidados com o objetivo de levar ao fim da tutela.

Em documentos apresentados hoje, o pai da cantora afirmou estar preocupado que Jodi "não reflita os desejos de Britney" e entrou com uma ação contra ela, pedindo investigações sobre o caso.

O pai de Britney deixou claro que não é mais o tutor pessoal da artista desde 2019. Desde então, Jodi Montgomery, que era gerente de cuidados de longa data de Britney, substituiu Jamie temporariamente como a pessoa responsável pelas decisões médicas e cuidados pessoais diários da cantora.

No entanto, Jamie continua co-tutor do patrimônio de Britney, junto com a empresa de gestão de fortunas Bessemer Trust. Em resposta a ele, Jodi afirmou, por meio de seu advogado, que tem sido uma "defensora incansável" de Britney e que o pai da cantora é o responsável por aprovar todo e qualquer gasto como tutor do patrimônio da artista.

Além disso, através do comunicado, Jodi afirmou também que vai apresentar um plano de cuidados ao tribunal como um caminho de encerrar a tutela de Britney:

É seu desejo pessoal sincero que Britney continue a fazer progressos significativos em seu bem-estar para que sua tutela possa ser encerrada. A Sra. Montgomery espera apresentar um plano de cuidados abrangente ao tribunal estabelecendo um caminho para a rescisão da tutela de Britney, e a Sra. Montgomery espera apoiar Britney durante esse processo.

Na quarta-feira da última semana (23), Britney pediu pelo fim de sua tutela em uma audiência.

"Eu só quero minha vida de volta. Já se passaram 13 anos, é o suficiente. Faz muito tempo que eu não tenho o meu dinheiro. É meu desejo e meu sonho que isso acabe. [...] Eu realmente acredito que essa tutela é abusiva. Eu não sinto que posso viver uma vida plena", disse a artista na ocasião, que ainda afirmou ter o desejo de processar sua família por terem sido negligentes.