PUBLICIDADE
Topo

Marília Mendonça sobre relação com haters: 'Amadureci nessa parte'

A cantora sertaneja Marília Mendonça - Reprodução/Instagram
A cantora sertaneja Marília Mendonça Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

17/07/2021 16h26

A cantora sertaneja Marília Mendonça, de 25 anos, comentou, em entrevista à Quem, sobre como lida com os ataques virtuais e o relacionamento com os haters, afirmando que já fez bastante progresso com a ajuda de terapia e ganhando mais experiência:

"A gente passa por isso todos os dias. Isso não tem a ver com quanto a gente ganha, pesa, com aparência, cirurgia plástica, não interessa. É uma coisa muito nociva. Mas tive que aprender a filtrar para não ouvir todo mundo e acabar ficando louca. Com o tamanho das minhas redes sociais, seria impossível. Mas ainda bem, a grande maioria são mensagens positivas e de amor", afirmou ela.

Ninguém tem que opinar ou escolher nada por você. Quem tem que decidir o que vamos fazer, somos nós mesmos. Claro que para eu chegar a dizer isso, passei por um processo de autoconhecimento. Amadureci nessa parte, claro que é triste viver isso ainda, mas nós mulheres ainda não encontramos um caminho para que isso seja uma coisa que pare de acontecer. Inclusive, quando a gente comenta sobre a pessoa que faz esse tipo de comentário, estamos dando palco para maluco. Aquela coisa de fazer gente babaca famosa. Marília Mendonça

A artista apontou que os ataques são fruto de uma questão de educação e criação, afirmando que os haters precisam aprender a guardar suas opiniões para eles mesmos.

"A maior lição que a minha mãe me deu na vida foi: 'cuide da sua vida e não seja inconveniente'. Claro que não concordo com tudo que vejo na internet. Mas não interessa para a pessoa a minha opinião. Ninguém te perguntou se você gostou ou não. Temos que saber relevar mesmo, se não a gente pira. Quando encontrarmos uma solução para isso, vou ajudar no engajamento, porque isso é sério", defendeu.

A goiana contou ainda que o marido, o também cantor sertanejo Murilo Huff, com quem teve o filho Léo, de um ano, também já sofreu ataques na internet.

"Até os caras que estão ao nosso lado sofrem. As pessoas acham que alguém vai se aproximar de você querendo alguma coisa em troca. Isso acontece. É claro que a pessoa vai se aproximar de mim querendo alguma coisa. Olha o poder que eu represento. Olha a mulher incrível que eu sou. Olha que gata gostosa, maravilhosa. Quem é que não vai querer se aproximar dessa pessoa?", brincou ela.

Um dos maiores nomes do sertanejo atualmente, Marília disse que lida com a responsabilidade com tranquilidade: "As grandes mulheres que foram exemplos para mim, foram muito mais nas ações do que nos discursos. Nas palavras, você pode errar. Mas o que você vive é a maior prova de que tudo que você está falando é verdade. As nossas atitudes representam mais do que muitas palavras".

"Chegar até aqui, começamos sendo rotuladas como feminejo, já se passaram alguns anos, e hoje em dia, estamos aqui firmes e fortes, competindo com homens dentro do sertanejo", celebrou a cantora.