PUBLICIDADE
Topo

Grávida de gêmeos, Bárbara Evans diz que um dos embriões enfrenta problemas

Bárbara Evans e o marido, Gustavo Theodoro - Reprodução/Instagram
Bárbara Evans e o marido, Gustavo Theodoro Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/09/2021 09h03Atualizada em 04/09/2021 09h12

Bárbara Evans anunciou ontem que conseguiu engravidar após passar por um longo tratamento de fertilização in vitro. À Vogue, a modelo revelou que espera gêmeos e que um dos embriões enfrenta problemas em seu desenvolvimento.

Estamos passando por uma situação delicada, precisamos ser cautelosos e pacientes. Um embrião está grande e perfeito, com a idade certa. Já o outro está um pouco menor e o saco gestacional está bem menor.

A filha de Monique Evans prosseguiu.

"Os corações estão batendo igualmente e a vesícula tem o mesmo tamanho. Eu estou na 7ª semana de gravidez, mas precisamos esperar até a 12ª para saber se o segundo embrião irá se desenvolver ou não", complementou.

Apesar das dificuldades, a modelo e o marido, Gustavo Theodoro, se mantêm otimistas.

Estamos confiantes e com muita fé, se Deus mandou ele vai segurar. É um momento delicado e temos que pedir a Deus e nossos fãs que orem ou rezem, conforme a religião de cada um, para que esse embrião seja forte e fique bonitinho. Agora temos que aguardar.

Processo de fertilização

A modelo e atriz iniciou o processo de fertilização in vitro no começo de junho e decidiu compartilhar com os seguidores todo o andamento, através de vídeos semanais em suas redes sociais. Ela contou que ganhou 14 quilos durante o processo.

Na última quarta, a influencer mostrou como foi a transferência de dois embriões e vibrou com o resultado positivo. No vídeo anterior, Bárbara disse que seu útero, segundo exames, estava pronto para receber os filhos. O terceiro embrião, conforme o médico responsável, seguiu congelado no laboratório.

O casal conseguiu reunir 12 embriões ao todo durante os três meses de tratamento, mas apenas três foram considerados saudáveis após a biópsia cancerígena. Eles optaram pelo exame para saber se o gene do câncer estava presente nos embriões, já que ambos possuem casos de câncer em suas famílias.