PUBLICIDADE
Topo

Lívia Andrade explica motivo de ir com segurança a exame de DNA: 'Medo'

Lívia Andrade fala que levou seguranças porque tinha medo  - Reprodução/Instagram
Lívia Andrade fala que levou seguranças porque tinha medo Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/09/2021 07h42

Lívia Andrade voltou para o Instagram ontem a noite para falar dos motivos de ter acompanhado seu namorado, Marcos Araújo, no exame de DNA para saber se ele é pai do filho Lucas, de nove meses, fruto do relacionamento com a influenciadora Pétala Barreiros.

A apresentadora chamou a atenção das pessoas nas redes sociais por estar cercada por seguranças e explicou o motivo para seus seguidores.

Por que eu estava com um segurança? São 10 anos me acompanhando em diversas situações da minha vida. A gente tem uma longa história de trabalho, de parceria, não é de hoje, não. Ninguém foi ali para aquele momento, para aquele evento

lívia andrade - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Lívia Andrade disse que estava sendo "julgada pelo tribunal da internet" por acompanhar o namorado no exame de DNA do filho
Imagem: Reprodução/Instagram

Ela continuou dizendo que, no local, ficaram incomodados com a presença dela, com a roupa e também com a aparência. "Preciso me proteger, infelizmente, preciso ter mais cuidado. Vocês não sabem da missa a metade. Poderia até falar aqui, porque não correm em segredo de justiça, mas não vou falar neste momento", acrescentou.

Tenho medo, sim, não só pelos ataques e ameaças de morte que recebo aqui que já estão nas mãos de advogado. Está todo mundo muito doido. Vocês acham que vou dar bobeira? Temo por duas pessoas. Jogar seus problemas e traumas pra outras pessoas não vai resolver seu trauma, encerrou Lívia.

Mais cedo, Lívia também se pronunciou sobre o caso. Ela disse que vive uma situação muito difícil já há um ano, sendo "atacada, julgada e condenada pelo tribunal da internet".

Nesse ambiente em que fui exposta, em que crianças foram expostas, famílias foram expostas, funcionários foram expostos, é um ambiente geralmente que as pessoas vão fazer perícia.

Ela afirmou que os acompanhantes geralmente aguardam a pessoa que fará o exame do lado de fora.

"É um ambiente tenso, não é legal, não é gostoso estar ali [...] É muito difícil. Eu nunca imaginei que alguém fizesse um vídeo desse momento, até porque tem tanta gente ali, tantas famílias, ninguém está a fim de se expor nesse momento, não é uma festa, um passeio no parque", continuou.

A atriz disse ainda que nunca pensou que teria que dar satisfações da sua vida pessoal em sua rede social. "Porém, estou sendo perseguida e me sinto quase que na obrigação de vir aqui me explicar e falar sobre uma coisa que é a coisa mais normal do mundo, acompanhar uma pessoa que você está em momentos felizes e em momentos tristes. É isso que a gente espera de um relacionamento normal e saudável".

"Vamos esperar porque na justiça não é só a gente falar, contar nossa história, nosso lado da verdade. Você tem que provar, tem que ter material, provas, documentos, testemunhas, e assim é. Órgãos competentes vão analisar tudo aquilo e ver quem tem a razão, não cabe a mim nem a você", concluiu a artista, que em seguida mostrou prints dos ataques recebidos.

Nas mensagens, pessoas a chamavam de palhaça, monstro, nojenta, entre outras ofensas.

Entenda o caso

Ontem, Lívia Andrade acompanhou o namorado, Marcos Araújo, durante a realização do exame de DNA do menino Lucas, de nove meses, do relacionamento do empresário e presidente da AudioMix com Pétala Barreiros.

A cena foi filmada e publicada nas redes sociais por Yanka Barreiros, irmã da influenciadora digital.

Segundo Yanka, Lívia estava cercada por seguranças, que teriam intimidado ela, a irmã e o bebê.

Bem a sua cara, né Marcos? Você é muito previsível, todo esse show, com mais de quatro seguranças armados intimidando eu, minha irmã e o Luquinhas de nove meses... No DNA do Lorenzo foi a mesma coisa, ele levou a ex-mulher, três advogados e seis seguranças armados, sem contar a irmã dele. Como se ele precisasse. Quem precisaria de proteção seria minha irmã, né? Mas você pode ter certeza que eu sempre estarei do lado da minha irmã!

No começo deste ano, Pétala Barreiros acusou Marcos Araújo de agressão e traição. Na época, em uma série de vídeos publicados, a influenciadora afirmou que só falou sobre o assunto por questionamentos dos seguidores e revelou ainda estar recebendo ameaças por ter se pronunciado sobre o caso.

Pétala e Marcos, que são pais de Lucas e Lorenzo, vêm travando uma disputa judicial depois que ela falou abertamente sobre a relação. Marcos conseguiu uma decisão judicial favorável, que impede que Pétala toque em seu nome em qualquer mídia. Já a influenciadora conseguiu uma medida protetiva contra o ex.