PUBLICIDADE
Topo

Fãs transformam local de última foto de Gabby Petito em memorial

Memorial em homenagem à Gabby Petito - Reprodução / Facebook
Memorial em homenagem à Gabby Petito Imagem: Reprodução / Facebook

Do UOL, em São Paulo

23/09/2021 09h55

Depois de o FBI ter indicado que a influenciadora digital Gabby Petito foi assassinada nos EUA, seguidores e fãs da jovem transformaram o local de sua última foto publicada no Instagram em uma espécie de memorial.

O post, feito em 25 de agosto, foi no mural chamado "The Monarch", localizado em Ogden, em Utah. Pessoas deixaram flores, cartazes, fotos e velas para homenagear e lembrar de Gabby.

Responsável pela criação do memorial, Jack McMahon compartilhou fotos do local no Facebook.

Reconheço que isto pode parecer um pouco estranho. Gabby Petito não era de Ogden, Utah, ou mesmo da costa oeste. No entanto, ela era um ser humano que via a beleza aqui. Se ela pode mostrar algum amor ao Utah, podemos mostrar-lhe algum amor e juntar-nos uns aos outros na sua memória. escreveu

Relembre o caso

O FBI indicou na última terça-feira (21) que a influenciadora digital Gabby Petito foi assassinada nos EUA. A perícia identificou o corpo da jovem de 22 anos na Floresta Nacional de Bridger-Teton, em Wyoming, mas ainda não declarou um suspeito de ter cometido o crime.

Os restos humanos foram encontrados no domingo (19), e o médico legista concluiu a confirmação após a realização de testes de DNA. Com o resultado, o FBI afirmou que dará sequência às investigações para dar fim ao misterioso caso.

Desaparecimento

A norte-americana desapareceu enquanto fazia uma viagem em sua van com o noivo, Brian Laundrie, por parques nacionais pelo país. Eles deixaram a Flórida em julho. O último contato de Gabby com a família foi em 25 de agosto, segundo a mãe dela, Nicole Schmidt. Essa é a mesma data da última postagem da influenciadora no Instagram.

A família de Gabby reportou o desaparecimento dela à polícia em 11 de setembro. O pai de Gabby Petito fez um apelo à população para fornecer qualquer informação que pudesse ser útil na investigação durante uma entrevista coletiva na quinta-feira (16).

O noivo de Gabby voltou para casa, na Flórida, em 1º de setembro. Procurado pela polícia e pela família de Gabby, ele se recusou a falar sobre o caso: não explicou por que ele voltou sozinho nem disse onde a noiva estaria.

Atualmente, os policiais estão buscando Brian, considerado uma pessoa "relevante" para a investigação, para prestar novos esclarecimentos.