PUBLICIDADE
Topo

Miss Bumbum pede R$ 10 mil em processo contra modelo que arrancou faixa

Taty Sindel, a Miss Paraíba, chegou atrasada e não concordou com a escolha dos jurados, arrancando a faixa de Juh Campos, que ficou em segundo lugar - Mariana Pekin/UOL
Taty Sindel, a Miss Paraíba, chegou atrasada e não concordou com a escolha dos jurados, arrancando a faixa de Juh Campos, que ficou em segundo lugar Imagem: Mariana Pekin/UOL

Do UOL, em São Paulo

13/10/2021 18h58Atualizada em 13/10/2021 19h27

A organização do Miss Bumbum pediu R$ 10 mil em uma ação contra a modelo Taty Sindel alegando danos morais. A participante da edição de 2021 do concurso chamou a atenção do público ao arrancar a faixa da concorrente Juh Campos ao vivo no palco.

A informação foi confirmada ao UOL pela assessoria de imprensa do Miss Bumbum. Segundo o relato, Taty Sindel tem 15 dias para apresentar a sua defesa, o que ainda não foi feito.

Uma primeira audiência de conciliação foi realizada com as partes. O processo foi registrado no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) durante o mês de setembro.

Taty representou a Paraíba na última edição do concurso. Em entrevista durante o programa Splash Show em julho, Andressa Urach, que apresentou a atração, confirmou que a modelo seria processada pelo ato.

"Ela terá de assumir essa responsabilidade, porque ela tentou estragar o concurso. As meninas estavam lá, era o momento das meninas", destacou.

Em resposta nas redes sociais, Taty Sindel disse que Urach é "queimada" pelas coisas que já fez e contou que foi impedida de competir por causa de um atraso, por isso tirou a faixa da concorrente como forma de protesto.

O UOL entrou em contato com Taty Sindel, mas não obteve um posicionamento da modelo sobre o processo.