Topo

Coluna

Mauricio Stycer


Operador de câmera que chamou Sabrina de "macaca" na Fazenda também é negro

Sabrina Paiva lê a ficha da produção anunciando a demissão do operador de câmera que a ofendeu - Reprodução/PlayPlus
Sabrina Paiva lê a ficha da produção anunciando a demissão do operador de câmera que a ofendeu Imagem: Reprodução/PlayPlus
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

06/11/2019 19h06

O mal-estar nos bastidores da "Fazenda" por causa da demissão do operador de câmera que chamou a participante Sabrina Paiva de "macaca" foi agravado por um ingrediente dos mais delicados: o ofensor também é negro.

O UOL confirmou esta informação com duas fontes muito bem posicionadas no caso.

A Teleimage, que presta serviços à Record e é a contratante do operador de câmera, identificou o ofensor, mas não divulgou o seu nome. Ele teria reagido com surpresa ao afastamento.

Ele foi repreendido e teve seu contrato de trabalho rompido sumariamente. O seu nome só será informado a Sabrina Paiva caso ela deseje tomar medidas legais a respeito.

A ofensa ocorreu na noite de terça-feira (05) pouco antes da prova que coroou justamente Sabrina como fazendeira. Estavam todos os participantes sentados, quando ela se levantou brevemente. Posicionado atrás de um dos espelhos da sala, o câmera disse: "Senta, macaca, caralho!"

Ele foi imediatamente identificado pela equipe da Teleimage no ambiente de gravação. O anúncio oficial, feito por volta das 11h da manhã desta quarta-feira (06), demorou justamente para que a emissora e a produtora tivessem tempo de avaliar todas as consequências jurídicas do caso.

Em comentário no Instagram, o apresentador Marcos Mion se solidarizou com Sabrina: "Eu vi o vídeo [depois do fim do programa]. O cara falou nos bastidores tão alto que vazou no microfone dos participantes. Eu fui embora com uma raiva e uma vergonha. Todo mundo [saiu assim]", disse.

A família de Sabrina Paiva acionou o advogado Guilherme Agostineto para tomar providências imediatas sobre o crime. Disse ele: "Iremos tomar todas as medidas judiciais pertinentes ao caso, inclusive na esfera criminal. Já solicitamos a divulgação do funcionário responsável pela ofensa. Ainda estamos analisando as responsabilidades"

* * *
Ouça o podcast UOL Vê TV, a mesa-redonda sobre televisão com os colunistas Chico Barney, Flávio Ricco e Mauricio Stycer. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Siga a coluna no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mauricio Stycer