PUBLICIDADE
Topo

Novelas


Ator bate próprio recorde e faz quatro novelas em três canais diferentes

O ator Miguel Nader nas novelas O Sétimo Guardião (Globo), As Aventuras de Poliana (SBT), Órfãos da Terra (Globo) e Amor Sem Igual (Record) - Montagem/Reprodução/TV Globo/João Raposo/SBT/Divulgação/Record
O ator Miguel Nader nas novelas O Sétimo Guardião (Globo), As Aventuras de Poliana (SBT), Órfãos da Terra (Globo) e Amor Sem Igual (Record)
Imagem: Montagem/Reprodução/TV Globo/João Raposo/SBT/Divulgação/Record

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

31/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Miguel Nader atuou em quatro novelas inéditas em 2019 e bateu seu próprio recorde
  • Acostumado a emendar papéis, o ator precisou recusar trabalhos por causa da rotina puxada de gravações das novelas
  • O ator participou de O Sétimo Guardião e Órfãos da Terra (Globo) e As Aventuras de Poliana (SBT)
  • Desde dezembro, está no ar como o segurança Duplex em Amor Sem Igual (Record)

Se você é noveleiro, viu este rosto em três emissoras diferentes em 2019. Miguel Nader, conhecido pelo porte físico fortão, bateu seu próprio recorde e trabalhou em quatro novelas inéditas no ano que termina hoje. O ator apareceu na Globo, no SBT e, desde dezembro, em Amor Sem Igual, da Record.

Acostumado a emendar papéis (somente em 2018 foram 14, incluindo cinema e TV paga, mas apenas duas novelas), Nader precisou se adaptar à rotina de gravações dos folhetins, mais intensas do que as de filmes e séries.

"Que loucura! Parece mentira, quatro novelas inéditas em três emissoras diferentes. Acabei de recusar cinco trabalhos, dois longas-metragens e três séries por não conciliar a agenda", revela o ator em entrevista ao UOL.

O ator de 45 anos começou o ano interpretando o segurança Lima em O Sétimo Guardião, novela das nove da Globo. Em seguida, voltou para As Aventuras de Poliana, novela do SBT da qual havia participado em 2018, mas seu personagem, Celsão, foi demitido.

"Só de conviver com o Tony Ramos valeu fazer O Sétimo Guardião. Saí muito mais maduro, mais profissional, mais respeitoso, entendendo a vida no amplo sentido das coisas. Em Poliana, fui e voltei. Gravei em 2017, 2018 e também 2019. Se bobear, ainda retorno e gravo em 2020", projeta, aos risos.

Omar (Miguel Nader) beija Eva (Betty Gofman) em Órfãos da Terra, novela das seis da Globo - Reprodução/TV Globo
Omar (Miguel Nader) beija Eva (Betty Gofman) em Órfãos da Terra, novela das seis da Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Primeiro galã em Órfãos da Terra

Das quatro novelas, em três Miguel Nader interpreta um segurança, seu papel mais recorrente pela estrutura física. Órfãos da Terra, trama das seis, desafiou o ator, que pela primeira vez deu vida a um galanteador —seu personagem, o golpista Omar, ganhou até uma namorada, Eva (Betty Gofman).

"Foi minha prova de fogo, me tiraram da zona de conforto e tive pouco tempo para me preparar. Graças a Deus, deu tudo certo. Acho que agora deslanchei. Órfãos da Terra ganhou o prêmio de melhor novela do mundo. Em 60 anos desse prêmio em Londres, é a primeira vez que uma novela brasileira é premiada", comemora.

Reencontros

Amor Sem Igual marca quatro resgates na carreira de Miguel Nader. Ele retornou à Record após fazer sucesso como Caravaggio, policial corrupto em Pecado Mortal (2013), e reencontrou o diretor Ajax Camacho, que o indicou para seu primeiro papel na televisão, quando decidiu trocar o trabalho como bancário pela atuação.

"Em 1996, tinha acabado de me formar no teatro e fui fazer um curso de interpretação para TV. Ajax era o professor e logo de cara me indicou para fazer minha primeira participação, em Xica da Silva. Voltamos a nos encontrar após 23 anos", comemora.

Dani Moreno e Miguel Nader em Amor Sem Igual, novela da Record - Reprodução/Instagram/miguelnaderreal
Dani Moreno e Miguel Nader em Amor Sem Igual, novela da Record
Imagem: Reprodução/Instagram/miguelnaderreal
Nader também reviu na Record parte do elenco de Cúmplices de Um Resgate, novela de 2015 reprisada atualmente pelo SBT, na qual fez sucesso com as crianças como Sandro Cavanhaque, o "malvado favorito".

"Revi Dani Moreno, Thiago Amaral e Marcela Muniz. Com a Dani, seremos mais cúmplices em Amor sem Igual do que fomos na própria Cúmplices", brinca o ator, que se apaixonará pela personagem da colega na trama da Record.

O quarto resgate está no nome de seu personagem em Amor Sem Igual: Duplex. Em 2001, Nader interpretou um homônimo na Globo que ainda está na lembrança do público: "Quando filmei Tudo Por Um Popstar, o Felipe Neto me reconheceu pelo Duplex de Malhação. Sou abordado com muita frequência pela molecada que na época tinha 13, 14 anos e hoje tem mais de 30".

Novelas