PUBLICIDADE
Topo

Fora do 'BBB', Gil vigorou nos comerciais, nos crushes e contra Bolsonaro

BBB 21: Por onde anda o Gil do Vigor? O que ele tem feito fora da casa? - Divulgação
BBB 21: Por onde anda o Gil do Vigor? O que ele tem feito fora da casa? Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

29/06/2021 04h00

O economista Gilberto Nogueira teve a sua passagem pelo "BBB 21" (TV Globo) marcada por sua autenticidade. Gil do Vigor manteve a tônica aqui fora e segue ampliando sua legião de fãs.

Desde que saiu da casa mais vigiada do Brasil, o pernambucano acumulou contratos, manteve seu posicionamento firme contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), fortaleceu a causa LGBTQIA+, levou sua família para Noronha e deixou todo mundo sedento para descobrir quem são seus crushes. Relembre:

Chuva de contratos

Mesmo sem chegar à final do reality global, Gil do Vigor se tornou um grande acontecimento e uma série de empresas aproveitaram a oportunidade para vincular sua imagem à do pernambucano.

A Vigor, empresa que leva seu apelido no nome, escolheu Gilberto para ser o rosto da sua linha de iogurtes e trabalhar como cocriador dos produtos da marca. Agora, Gil é da Vigor.

Quem também vigorou foi a Bis, que anunciou Gil como garoto-propaganda do Bis Xtra.

Além disso, o economista assinou contrato com a TV Globo e lançou sua biografia, o livro "Tem Que Vigorar" — que estreou no topo das listas de vendas da Amazon.

Posicionamentos fortes

Gil do Vigor manteve seus posicionamentos firmes, seja na hora de criticar o Governo Bolsonaro ou para defender a comunidade LGBTQIA+.

O pernambucano chegou a dizer que a crise econômica que o Brasil atravessa só vai acabar quando o presidente cair.

Durante participação no programa "Papo de Segunda" (GNT), o economista afirmou que não ocuparia o cargo de Paulo Guedes (Ministro da Economia), já que "quem se junta com porcos farelos come".

Ele também se manifestou contra a transfobia quando um adolescente ateou fogo em uma mulher transgênero em Recife e afirmou que as leis contra LGBTfobia no Brasil são fracas.

Ainda há muita carência e limitações. As leis são fracas, não são bem supervisionadas, não temos um amparo pleno que garanta uma fiscalização para os crimes LGBTfóbicos. Se miramos, por exemplo, na população trans, a estatística grita, pois somos o país que mais ceifa essas vidas.
Declarou em entrevista à revista Glamour.

Por outro lado, Gilberto também foi alvo de ataques homofóbicos de um conselheiro do Sport, seu time do coração. Em resposta, o clube se posicionou contra a atitude e homenageou Gil colocando seu apelido nas camisas dos jogadores.

Camisa do Sport em homenagem a Gil do Vigor - Divulgação/Sport - Divulgação/Sport
Camisa do Sport em homenagem a Gil do Vigor
Imagem: Divulgação/Sport

Gil e a cachorrada

Uma coisa que deixou todos os fãs de Gil do Vigor curiosos foi a saga do pernambucano em busca dos crushes O homem ficou meses preso numa casa, só deu um beijinho e saiu sedento por uma cachorrada.

Ele deu em cima de Arthur Picoli de Conduru, deu selinho em Fiuk em um clipe do amigo e chegou até a flertar com um produtor da TV Globo.

Depois de revelar que tinha um crush em um cara anônimo cujo nome começava com a letra "L", Gil acabou fazendo seus fãs enfiarem Jesuíta Barbosa na história quando disse que tava interessado em um homem cujas inicias eram "J.B.".

Ele inclusive apagou a publicação em que disse isso no Twitter quando as pessoas começaram a achar que ele estava falando do presidente Jair Bolsonaro.

Mas se engana quem acha que o economista segue na seca, viu? Ele garantiu que "cachorrou" e tirou o atraso com segurança.

Eu tenho print dele me mandando os dois testes PCR. Eu não minto!

Sereia em Noronha

Sabe o que mais ele aprontou? Gil do Vigor catou sua família e levou todo mundo para passar uns dias em Fernando de Noronha.

Ex-BBB Gil curte mergulho em Fernando de Noronha - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Ex-BBB Gil curte mergulho em Fernando de Noronha
Imagem: Reprodução/Instagram

Ele escolheu a Pousada Maravilha para se hospedar durante a viagem ao arquipélago.

Em consulta feita por Nossa, o local está praticamente com todas as datas para acomodação esgotadas. Com poucas delas disponíveis, o preço para, no mínimo, dois dias sai por R$ 7,9 mil. O valor para três diárias pode chegar a R$ 11 mil e, para quatro, R$ 15 mil.

Aglomerou, né?

Mas Gil do Vigor não fez só coisas boas desde que saiu do confinamento. Ele saiu para jantar no Paris 6, no bairro dos Jardins em São Paulo, com Neymar, Tirullipa, Flayslane, Munik e Thiaguinho.

Após ser muito criticado nas redes sociais, o pernambucano pediu desculpas pela aglomeração a um seguidor — que depois apagou a publicação.