PUBLICIDADE
Topo

Morre o ator e humorista Caike Luna, que lutava contra um câncer

Do UOL, em São Paulo

03/10/2021 12h16Atualizada em 03/10/2021 18h46

O ator Caike Luna, que lutava contra um câncer desde abril, morreu aos 42 anos. A informação foi confirmada pela atriz Katiuscia Canoro.

"É com a maior tristeza do mundo que venho comunicar a partida do meu irmão", disse Canoro, amiga do artista nas redes sociais.

Luna havia iniciado o tratamento contra o Linfoma Não-Hodgkin, um tipo de câncer no sistema linfático — o mesmo que acometeu o ator Reynaldo Gianecchini. Em publicação nas redes sociais, em abril, o ator falou sobre o tratamento. E também contou que havia perdido o pai para a covid-19.

Não podemos deixar que a realidade nos sequestre a capacidade de voar apenas fechando os olhos. Ela sempre vai tentar. Quando esse vírus da vida real bateu lá em casa e levou meu pai, fiquei triste, perdi peso, perdi um pouco meu dom de iludir. Achei que era tristeza, mas era acúmulo desse medo da vida como ela é.

Caike atuou em humorísticos como "Zorra Total", da Globo, e muitos outros no Multishow, como "Baby Rose", "Treme e Treme" e "Xilindró".


Tratamento de quimioterapia

O ator não perdeu o bom humor nem mesmo durante o tratamento contra o câncer. Ele publicou, em maio, uma foto careca e fez graça com a queda de cabelo em decorrência da quimioterapia.

Depois do rímel a prova d'água que comprei, quem é Kim Kardashian na fila do pão? Quando os cílios caírem, cílios postiços... Logo, peruca... Até junho, eu viro a Cher.

Famosos lamentam

Personalidades da classe artística lamentaram a morte de Caike Luna. Lilia Cabral e Marcos Veras disseram ter ficado tristes com a notícia. Tatá Werneck publicou uma foto do amigo.

"Muito triste pela sua partida. Um beijo imenso na sua mãe. Em seus grandes amigos. Na sua família. Que Deus proteja e ampare. E tenha misericórdia de todos nós", disse a apresentadora do "Lady Night" no Instagram.

O Multishow compartilhou um comunicado em que lamentou a morte de Caike. A emissora destacou que o artista era "divertido, criativo, inspirador e querido", além de elogiar o trabalho realizado em séries exibidas pela emissora.