PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Marieta Severo ajudou Juliana Paes em Laços de Família: 'Precisava amparar'

Marieta Severo viveu Alma, patroa de personagem de Juliana Paes em "Laços de Família"; Imagem Ilustrativa - Divulgação / TV Globo
Marieta Severo viveu Alma, patroa de personagem de Juliana Paes em "Laços de Família"; Imagem Ilustrativa Imagem: Divulgação / TV Globo

Do UOL, em São Paulo

24/09/2020 13h28Atualizada em 24/09/2020 21h22

A atriz Marieta Severo contou que tentou ajudar a então estreante Juliana Paes durante as gravações da novela "Laços de Família". A trama foi ao ar em 2000 e retornou este ano no "Vale a Pena Ver de Novo".

"Eu tenho uma lembrança nítida da minha tensão, porque eu sabia que era a primeira cena com muito texto da Juliana e uma experiência determinante para ela. Eu precisava ampará-la, mas ao mesmo tempo deixá-la à vontade. Eu ainda me lembro do olhar dela naquele momento", disse em depoimento para a Globo.

Marieta era Alma na novela, casada com Danilo (Alexandre Borges) e Juliana Paes fazia a empregada de Alma, a Ritinha, que se envolvia com Danilo.

Além de Juliana, Reynaldo Gianecchini também estava começando a carreira profissional ao viver Edu, sobrinho de Alma.

Marieta disse que com ele, assim como Juliana, a relação nos bastidores foi muito boa.

"A minha relação com o Reynaldo Gianecchini e com a Juliana Paes ficou muito fixada na minha lembrança. O clima das gravações, as cenas e as dificuldades. O quanto eu tinha de estar presente ali. A minha experiência tinha de servir a eles também", disse.

Para ela, contracenar com jovens atores é motivo de lhe dar "uma enorme alegria".

'Amor tóxico'

O clima saudável com os colegas de bastidores é relembrado pela atriz, que até a novela, nunca havia trabalho com o autor Manoel Carlos.

"As lembranças são de muitas farras nas gravações, existia uma troca com os atores muito boa. Um clima bom de gravação é fundamental, traz muito prazer e alimenta o trabalho", disse.

Mas o ambiente era outro na ficção vivida por Alma. Contoladora e manipuladora nas relações, Marieta definiu a sua personagem como "tóxica" quando se relacionava com Edu.

"Ela é obcecada nele. E obstinada em protegê-lo. É um amor tóxico como dizemos agora, porque é um amor possessivo", completou.

Contudo, viver o personagem trouxe momentos felizes para Marieta, segundo ela mesma.

"Ao mesmo tempo é uma personagem positiva e alegre, foi muito saborosa de interpretar. Sentia sempre um prazer e uma surpresa muito grande ao receber os textos", encerrou.

Famosos