PUBLICIDADE
Topo

Silvio Santos completa 89 anos no momento mais delicado da carreira

Silvio Santos apresenta a competição musical Quem Você Tira? em seu programa no SBT - Lourival Ribeiro/SBT
Silvio Santos apresenta a competição musical Quem Você Tira? em seu programa no SBT Imagem: Lourival Ribeiro/SBT

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

12/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Silvio Santos completa 89 anos nesta quinta-feira (12), mas parte do público tem poucos motivos para comemorar
  • Em 2019, o dono do SBT vive o momento mais delicado como comunicador, acumulando polêmicas e repúdio de famosos
  • O apresentador já recebeu críticas pelo comportamento com mulheres, por avaliar beleza de crianças e por preterir uma cantora negra

Silvio Santos ainda é um mito? Mito é aquele ser que se sobrepõe às qualidades e aos defeitos humanos. Em outras palavras, mito pode fazer o que quiser e não será questionado. Em 2019, porém, o dono do SBT provou ser demasiadamente humano ao provocar a revolta de mulheres, negros e judeus. O apresentador completa 89 anos hoje, mas com poucos motivos para o público comemorar.

O caso mais recente, exibido no último domingo, envolveu a cantora Jennyfer Oliver, vencedora da competição Quem Você Tira? com 84% dos votos da plateia. Silvio, além de ter impedido que a participante cantasse a primeira música, ainda contrariou a vontade de suas "colegas de trabalho" premiando outra concorrente porque, segundo ele, era "muito bonita". Como Jennyfer é negra, parte do público o chamou de racista. A artista também viu discriminação na atitude do comunicador.

Como analisa o jornalista Mauricio Stycer, colunista do UOL e autor do livro Topa Tudo Por Dinheiro: As Muitas Faces do Empresário Silvio Santos, o apresentador nunca mudou seu comportamento e, com quase 90 anos, não está disposto a se adaptar à nova realidade, em que, por exemplo, objetificar mulheres é repudiado como atitude machista.

As integrantes femininas do Programa Silvio Santos, como Lívia Andrade e Helen Ganzarolli, já passaram por situações em que o patrão tentou espiar o decote delas ou fez piadas de teor sexual. Embora elas defendam o dono da emissora, parte do público rechaçou a atitude durante a atração dominical.

Neste ano, o apresentador foi criticado, inclusive, por ter realizado concurso de beleza com crianças em traje de banho. O UOL relembra quatro polêmicas envolvendo Silvio Santos em 2019, um ano delicado em sua extensa carreira na comunicação.

Reprodução/SBT
Imagem: Reprodução/SBT

Só para mulheres

Silvio Santos sempre permitiu apenas mulheres em seu auditório e as chama respeitosamente de "colegas de trabalho", mas seu comportamento com as integrantes do Jogo dos Pontinhos passou a ser questionado por parte do público. Após o episódio com Claudia Leitte no Teleton, em 2018, o dono do SBT abriu o vestido de Lívia Andrade para espiar o decote dela e ameaçou demitir bailarinas com coxas mais finas. E rebateu um texto publicado pela revista Isto É, que o chamou de misógino: "Não sei o que é misógino, mas achei bonito. Eu sou misógino! Eu sou misógino!", repetiu, referindo-se ao termo que define pessoas que sentem desprezo por mulheres.

Divulgação
Imagem: Divulgação

Crianças

O Programa Silvio Santos realiza o Miss Infantil, concurso de beleza com crianças, mas, neste ano, o apresentador foi criticado por fazer meninas desfilarem em trajes de banho: "Agora, vocês do auditório, que estão com o aparelhinho [de votar], vão ver quem tem as pernas mais bonitas, o colo mais bonito, o rosto mais bonito e o conjunto mais bonito". Famosos como o youtuber Felipe Neto repudiaram o quadro, que virou alvo de inquéritos do Ministério Público do Trabalho em São Paulo e da Promotoria de Justiça de Osasco.

Reprodução/SBT
Imagem: Reprodução/SBT

Judeus

Silvio Santos é judeu, mas a religião não o impediu de "reverenciar" o ditador alemão Adolf Hitler, líder do regime nazista que matou 6 milhões de judeus no Holocausto. O apresentador perguntou para a plateia como se chamava o pai de Adolf Hitler e repetiu a saudação nazista: "Ninguém sabe? Adolf Hitler? Heil, Hitler. Heil Hitler".

O presidente executivo da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Ricardo Berkiensztat, lamentou o comportamento do apresentador: "É uma brincadeira totalmente inapropriada e é um tema com o qual não se brinca, ainda mais Silvio Santos tendo origem judaica. Tenho certeza que ele não fez isso com a intenção de macular a questão do nazismo ou como uma manifestação de ódio, mas é uma brincadeira totalmente inapropriada e sem sentido".

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Negros

Silvio Santos foi chamado de racista por ter prejudicado a cantora Jennyfer Oliver no quadro Quem Você Tira?. Ele a interrompeu quando ia cantar Dona de Mim, hit de Iza, após as apresentações das outras três concorrentes. A participante venceu por meio do voto da plateia, mas Silvio pagou mais à outra competidora, por ser "muito bonita" e por ter cantado bem a música Caneta Azul. Ao UOL, Jennyfer afirmou não querer ir à Justiça contra o dono do SBT: "O complicado é processar e isso me prejudicar em outras emissoras, eu não poder participar de programas".

Errata: o texto foi atualizado
O regime nazista matou 6 milhões de judeus no Holocausto, não entre 1,1 e 1,5 milhão. O texto foi corrigido.

Televisão