Coluna

Flávio Ricco

Mexer com igreja no rádio ou na TV virou um excelente negócio

Fernando Donasci/Folhapress
R.R. Soares gasta R$ 120 milhões/ano só com a subconcessão de horários Imagem: Fernando Donasci/Folhapress
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

10/06/2016 07h01

Hoje já existem agentes e agências especializados negociando horários para as igrejas, das diversas bandeiras, em emissoras de rádio e televisão. A que ponto chegamos.

Um negócio que, com o correr dos tempos e a bênção das autoridades, se transformou em algo altamente interessante, entre os principais aspectos, por ser completamente impossível calcular o volume de dinheiro que hoje gira em torno disso. Tem gente que enriqueceu.

Como exemplo isolado e sem contar emissoras menores, R.R. Soares gasta em torno de R$ 120 milhões/ano só com a subconcessão de horários, isto sem contar que a sua rede de televisão, a RIT, tem um faturamento anual de R$ 3 milhões contra um gasto mensal de R$ 5 milhões.

Poucos setores chegam a tanto em suas operações comerciais. E como não existe interesse de ninguém em fiscalizar isso de perto, a tendência é que o número de emissoras de aluguel cresça de forma ainda mais assustadora nos próximos anos.

Só a Globo e o SBT, com as suas TVs próprias, devem ser louvadas por não se meter no meio disso.

Convicção
Entre as igrejas evangélicas mais conhecidas, como de Edir Macedo, Valdemiro Santiago, R.R. Soares e agora Agenor Duque, existe o pleno convencimento de quanto mais espaço existir no rádio e televisão, maior será o dinheiro arrecadado.

Diante de tal convicção, a tendência é que essa disputa por novos espaços será aumentada no decorrer do tempo.

Um contra todos
O que pode atravancar essa avalanche é que no meio delas também existem cisões. A Universal é acusada pela maioria de inflacionar o mercado, pagando para algumas TVs e mesmo rádios valores muito mais altos do que realmente valem os seus horários.

Até como uma maneira de justificar o dinheiro colocado na Record.

Ministro da vez
O atual ministro das Comunicações, empossado pelo presidente interino Temer, é Gilberto Kassab.

Não deixa de ser uma esperança. Vai que numa dessas ele, num arrojo de coragem, resolve meter a colher nesse pudim.

Divulgação
Patrícia Abravanel gravou entrevista com Ivete em Salvador Imagem: Divulgação
Entrevista
Patrícia Abravanel gravou em Salvador um bate-papo com Ivete Sangalo para exibição segunda-feira no “Máquina da Fama”, do SBT. Esta foi sua primeira entrevista externa para o programa.

Para surpresa de Patrícia, a cantora revelou que sua festa favorita não é o Carnaval, mas sim o São João.

Embaço
A direção da Record se viu obrigada a administrar alguns pequenos problemas no texto de “Mamonas Assassinas”.

Houve o entendimento de que passagens pessoais da vida dos integrantes do grupo não serão abordadas na série, ou porque não são confirmadas ou porque em nada irão contribuir para o trabalho. Isto, de certa maneira, criou certo mal-estar com o autor Carlos Lombardi.

É isso mesmo
Ainda da teledramaturgia da Record já existe a certeza que a substituta de “Escrava Mãe” será mesmo uma novela de Gustavo Reiz. A sinopse foi aprovada.

O título “Belaventura”, colocado como provisório, tem boas chances de virar definitivo.

Caminho perigoso
Emissoras como SBT e Rede TV! estão caindo na asneira de colocar os próprios apresentadores como diretores dos programas. Magrão antes, Wanderley Villa Nova depois foram afastados para dar lugar a eles. Pode ter certeza que este é o caminho mais curto para uma fogueira completa.

Portioli, Zucatelli e Edu Guedes, por melhor intencionados que estejam, já se encontram na linha de tiro.

Separar as coisas
Com toda certeza, no caso dos três, ninguém passou a ganhar algum a mais para dobrar a função. Ao contrário, só têm a perder com isso.

E por mais que se julguem capazes, não é nenhum pouco inteligente da parte do Portioli, Zucatelli ou Edu embarcarem numa dessas.

Reprodução/Facebook
Sérgio Mendes contratou Harrison Ford como carpinteiro antes da fama Imagem: Reprodução/Facebook
Programa do Amaury
Amaury Junior entrevistou Baby do Brasil, Sérgio Mendes e Rogério Flausino no Rio, apresentando a música “Se Liga Aí”, gravada pelos três para levantar a moral de todos. Vai ao ar hoje.

Sérgio Mendes, entre outras, conta que quando foi construir sua casa em Los Angeles precisou de um carpinteiro e quem se apresentou foi Harrison Ford. Por causa do excelente serviço, foi apresentado a outros dois amigos e aí chegou ao George Lucas. Olha o que é a vida.

Nova temporada
Marcelo Marrom é a novidade no time de jurados da quinta temporada do “Prêmio Multishow de Humor”, com estreia dia 27, às 22h30.

Ele vai se juntar a Bento Ribeiro, Dani Valente, Sérgio Mallandro e Natália Klein.

Em 20 episódios, o programa busca um novo talento da comédia, mobilizando 24 participantes.

Renato Rocha Miranda/Divulgação/TV Globo
Itens como chapéu, óculos, maquiagem e batom marrom de Camila Pitanga na novela "Velho Chico" fazem sucesso com o público Imagem: Renato Rocha Miranda/Divulgação/TV Globo
Desejos
No Top Ten de maio, referente à lista de itens mais pedidos pelo público na Globo, Maria Tereza, vivida por Camila Pitanga em “Velho Chico”, aparece em quatro categorias.

Em acessórios, com chapéu e óculos; maquiagem, com batom marrom; cabelo, com o corte usado pela personagem e figurino, com um dos vestidos. Está em alta com as telespectadoras.

Bate – Rebate

• Carlos Alberto de Nóbrega passou ontem por uma pequena cirurgia nos olhos...
• ... Por causa disso, as gravações de “A Praça é Nossa”, da semana que vem, foram transferidas de terça para quinta-feira.
• Pessoal do esporte da Transamérica FM tem, entre as principais práticas, brincar um com o outro durante os programas e transmissões...
• ... O ouvinte, na maioria das vezes, fica até sem saber do que se trata. Mas nada contra...
• ... O que deve ser evitado são os exageros. Dia desses, entre o ex-árbitro Godoi e o ex-goleiro Ronaldo até mãe entrou meio. Mau, né?
• Na Globo, havia, sim, certa insegurança sobre o desempenho de “Haja Coração”. O que ela conseguiria como audiência...
• ... Especialmente por substituir “Totalmente Demais”, que estava voando no horário...
• ... No entanto, os seus resultados são considerados muito bons. No Rio, já se mantém nos 30 pontos de média...
• ... E em São Paulo está bem perto disso.
• A propósito de “Haja Coração” é de doer que a personagem da Grace Gianoukas tenha vida tão curta. Ela é sempre um destaque.
• A partir de hoje, o Fox Sports 2 transmite com exclusividade os jogos decisivos do torneio de tênis, “ATP 250”, disputado na Holanda.

C´est fini

Inédita na televisão aberta, a Globo vai estrear dia 20, após o “Programa do Jô”, a série “Projeto Intelligence”.
Também na Globo, mas já neste domingo, o “Fantástico” destaca “Geração 2016”, série que acompanha a rotina de oito brasileiros desde 2012 em busca do sonho, até que garantam (ou não), de participar dos Jogos Olímpicos.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

*Colaborou José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo