Coluna

Flávio Ricco

Brasileiro comemora parceria com musa de Almodóvar: "Ela é sensacional"

Renato Rocha Miranda/Divulgação/TV Globo
Felipe Hintze (de rosa) com parte do elenco de "Supermax" Imagem: Renato Rocha Miranda/Divulgação/TV Globo
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

03/07/2016 07h00

Em outubro, estreia no Teatro FAAP, em São Paulo, o espetáculo “O Corte”, do inglês Mark Ravenhill, com direção de Daniel Lopes e supervisão de Elias Andreato.

A peça faz uma crítica a sociedade atual, dividida entre pessoas pensantes e aquelas que apenas vivem. Felipe Flaitt Hintze é uma das atrações do elenco, ao lado de Hélio Cícero, Adriana Pires e Felipe Ramos.

Para quem não ligou o nome à pessoa, Hintze vem de uma sequência de trabalhos na Globo (“Dupla Identidade” e “Verdades Secretas”) e mais recentemente atuou com Tiago Leifert na campanha de uma operadora. E agora, ele grava a versão internacional de “SuperMax”, fazendo Damiàn, filho da estrela argentina Cecília Roth, musa do cineasta espanhol Pedro Almodóvar.

“Ela é sensacional”, declara Hintze, que não economiza elogios à colega de cena - “Uma honra mesmo contracenar com Cecília”. Após receber convite da Globo para trabalhar nesta produção, o ator precisou “correr” para aprender o espanhol, língua utilizada na série.

Primeira produção original da Globo para o mercado exterior, “Supermax” será exibida no México (TV Azteca), Argentina (TVP), Espanha (Mediaset Espanã) e Uruguai (Teledoce), e sua prisão de segurança máxima é ambientada no meio do deserto.

Na versão brasileira, que estreia dia 20 de setembro, o presídio está localizado no meio da floresta amazônica.

*Colaboração de José Carlos Nery       

Leia a coluna na íntegra

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo