PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Programas de Fábio Porchat e Marcelo Adnet estão longe da perfeição

Humoristas Marcelo Adnet e Fábio Porchat - Folhapress/Foto Rio News
Humoristas Marcelo Adnet e Fábio Porchat Imagem: Folhapress/Foto Rio News
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

29/08/2016 07h01

É uma bobagem das mais completas dizer que o sucesso de um programa ou novela depende de boa estreia. Muitos já se perderam por causa disso.

O dia seguinte é mais importante e é bom prestar atenção nisso.

A constatação também vale para os badalados lançamentos da semana passada, Fábio Porchat e Marcelo Adnet. O que se viu, tanto no caso de um como de outro, Porchat e Adnet, é que os programas ainda precisam de ajustes, especialmente em suas finalizações.

Não adianta gravar cinco ou seis horas, se o tempo de arte se limita a uma, às vezes nem isso.

O indispensável corte na edição acaba comprometendo o produto final.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra.
   

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco