Coluna

Flávio Ricco

Ex-Globo descarta escrever novelas bíblicas na Record

Claudio Andrade eRicardo Leal/PhotoRioNews
O autor Carlos Lombardi, tendo atrás o diretor de Comunicação da Record, Celso Teixeira Imagem: Claudio Andrade eRicardo Leal/PhotoRioNews
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

12/09/2016 07h00

Carlos Lombardi é sério candidato a escrever a substituta de “Belaventura”, de Gustavo Reiz, em 2017. Ele já está trabalhando em diferentes sinopses, incluindo de época, para melhor atender as exigências da parceria Record-Casablanca na faixa das 19h.

Nesse horário, vale lembrar, ele emplacou vários sucessos na antiga emissora, como “Bebê a Bordo”, “Quatro por Quatro”, “Uga Uga”...

Lombardi, porém, descarta investir em novelas bíblicas no canal, pois admite não ter intimidade nenhuma com elas ou formação para tocar produções desta linha.

O autor esteve muito próximo de voltar ao ar este mês com uma minissérie sobre a banda “Mamonas Assassinas”, porém, devido a uma série de confusões, envolvendo Record, Endemol-Shine (OSS), Ancine e familiares dos músicos, o projeto foi engavetado.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo