Coluna

Flávio Ricco

Silvio Santos é o melhor "diretor artístico" das concorrentes do SBT

Reprodução/SBT
Silvio Santos faz o que quer com a programação do SBT Imagem: Reprodução/SBT
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

14/10/2016 07h00

Silvio Santos é incontestável como apresentador. Um ídolo. Aos domingos, consegue ficar quatro horas no ar, às vezes, sem programa e ainda assim chegar a registros de audiência de fazer inveja a qualquer um. No palco, frente ao auditório, poucos sabem se colocar como ele. Quase imbatível.

Porém, como “diretor artístico” do SBT o questionamento a ele é justificado, pelas tantas vezes que joga e já jogou contra o próprio patrimônio.

No meio TV, diante das atitudes que insiste tomar, ele já ficou conhecido por ser o “diretor dos sonhos” das emissoras todas, pelas colaborações inesperadas que costuma prestar.

Hoje, especialmente num país com tantas dificuldades como o nosso e a concorrência cada vez mais acentuada, brincar de fazer televisão beira a irresponsabilidade.

Qual anunciante terá coragem suficiente de agregar sua marca a um jornal, hoje apresentado por um jovem que caiu de paraquedas, que ninguém sabe quem é e sem qualquer habilitação para tal?

No passado, quando inventou o “Jornal das Pernas”, também como outro humilhante golpe no jornalismo, o SBT tinha o Baú da Felicidade para pagar suas contas e bancar imprudências do tipo.

Agora não tem mais. Para quem hoje tem necessidade de sobreviver daquilo que a televisão vai buscar no mercado, irresponsabilidades do tipo não podem mais ser cometidas.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo