Coluna

Flávio Ricco

"A Lei do Amor", enfim, acaba de apresentar as suas armas

Maurício Fidalgo/Divulgação/TV Globo
Vera Holtz é Magnólia em "A Lei do Amor" Imagem: Maurício Fidalgo/Divulgação/TV Globo
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

15/10/2016 07h01

Em “A Lei do Amor”, meio que com tudo, a Globo voltou a apostar no novelão tradicional e em ingredientes que o telespectador sempre mostrou apreciar sem qualquer restrição, inclusive com direito a um “quem matou?” logo de saída.

Maria Adelaide Amaral é da escola de Cassiano Gabus Mendes, um alguém que desde o começo da televisão sempre soube ir ao encontro daquilo que, junto ao público, logo faz crescer um amor à primeira vista.

Cassiano, de um determinado ponto da sua vida em diante, preferiu se colocar num horário, o das 7 da noite, mais apropriado ao que ele queria fazer e passar, a ponto de investir num “capa e espada”, “Que Rei Sou Eu?”, quase às vésperas do século 21. Nunca, no entanto, ele deixou de nas entrelinhas ou subliminarmente passar sua mensagem e atingir quem merecia.

O caminho agora traçado por Maria Adelaide, na companhia de Vincent Villari, é outro, já escancarado pelas diferenças sociais em seus núcleos, conflito de gerações e inevitáveis problemas no estabelecimento das relações.

Mas que também vai muito na direção do que o telespectador, sem restrições, sempre aceitou. “A Lei do Amor”, até que demorou um pouco, mas já apresentou suas armas.

Voz do povo
A Record encomendou uma pesquisa para sentir como o público poderá receber as modificações que pretende fazer na sua grade para o ano que vem.

O trabalho foi concluído no começo da semana, mas ainda é do conhecimento de poucos.

Pontos em questão
Uma boa maioria das pessoas entende que a volta do Gugu aos domingos será das mais positivas, especialmente por causa da identificação e da história que ele tem com este dia.

Mas foram bem divididas as opiniões sobre Geraldo Luís apresentar seu programa todas as noites. Há os que consideram muito errado trocar o certo pelo duvidoso.

Importante isso
É das mais positivas a iniciativa da Record em procurar saber como o público poderá reagir diante das mudanças que pretende investir na sua grade.

Apostar no escuro, prática que algumas emissoras ainda adotam, já não se adapta aos dias atuais.

Sem atrasos
A Record montou um esquema dos mais especiais para a participação do Luiz Bacci nas gravações da Xuxa, quarta-feira próxima.

Ele terá jatinho e helicóptero à disposição para não se atrasar nos deslocamentos entre o Rio e São Paulo. Bacci se fará acompanhar do seu cachorrinho, Toy, filhote de maltês.

Tem dessas coisas
Natural de Lisboa, ator Ricardo Pereira, há muito tempo fazendo trabalhos na Globo, graças ao seu esforço pessoal aprendeu a falar sem sotaque nenhum. Em “A Regra do Jogo”, já foi assim.

Mas em “Novo Mundo”, na fila das seis da Globo, voltará a fazer um português, que chegou há pouco tempo de lá.

João Cotta/Divulgação/TV Globo
Glenda volta ao "Esporte Espetacular" Imagem: João Cotta/Divulgação/TV Globo
De volta
Glenda Kozlowski volta ao “Esporte Espetacular” neste domingo (16) durante a Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro.
Mais uma vez no comando da transmissão.

Foi durante suas férias, após a Olimpíada, que a Globo anunciou as mudanças no programa, hoje comandado por Fernanda Gentil e Flávio Canto.

Glenda seguirá como narradora: “Tem vários projetos muito bons pela frente”, avisa.

Faixa especial
O horário dos domingos, na sequência do “Esporte Espetacular”, será agora sempre ocupado por programas de temporada.

“Tamanho Família” e “Esquenta” já estão por ali. Outros três projetos estão sendo estudados para se juntar a eles. A nova versão de “Os Trapalhões”, por exemplo, é um deles.

Otimismo
A positividade de alguns diretores da Bandeirantes, ao mesmo tempo, impressiona e assusta.

De todas, é hoje a emissora em maiores dificuldades e sem perspectivas de nada, mas para esses senhores uma obra do acaso, que irá resolver toda a questão, parece estar sempre batendo à porta. 

Motivo de comemoração
O jornalismo da Record tem comemorado, com bons e justificados motivos, os resultados que o “Domingo Espetacular” tem alcançado.

No seu lançamento, há 12 anos, não chegava a 5 pontos no Ibope. Perdia fácil da Globo e do SBT. Hoje, nunca marca abaixo de dois dígitos e sempre se coloca na vice-liderança.

Frasqueira
A Mipcom, em Cannes, começa na segunda-feira, com a presença de alguns dos produtores de formatos e principais executivos da televisão brasileira.

A Formata, da Daniela Busoli, por exemplo, está levando para vendas o “Entubados”, sucesso no canal Sony, com apresentação de Danilo Gentili.

Silvia Costanti /Folhapress
Ricardo Boechat Imagem: Silvia Costanti /Folhapress
Encontro nos EUA - 1 
Ricardo Boechat viajou ontem e vai ficar uma semana nos Estados Unidos, na condição de convidado dos organizadores do debate americano, juntamente com outros mediadores de debates presidenciais em 28 países.

Durante 2 dias, esses profissionais discutirão num seminário as experiências de cada país na organização de debates.

Encontro nos EUA - 2
O objetivo do encontro é estimular países que não têm ainda essa prática a adotarem esse exercício democrático. Em tempo: o terceiro e último debate entre Hillary e Trump acontece na próxima quarta-feira.

E durante a ausência de Boechat, Fábio Pannunzio assume o “Jornal da Band” e Antonio Pétrin, o “Jornal da Noite”.

Bate – Rebate

• “A cara do pai”, nova série do Leandro Hassum, já entrou em produção na Globo.
• José Trajano, desligado da ESPN, passa a ser o alvo de vários programas esportivos para participar como convidado especial...
• ... Na Cultura, por exemplo, a sua volta como participante fixo do “Cartão Verde” sempre foi vista com bons olhos.
• O rádio esportivo, especialmente o de São Paulo, vive novos tempos, longe de serem os melhores...
• ... Claudio Zaidan, hoje um dos principais nomes da rádio Bandeirantes e alguém que de fato conhece, é mais um que se nega a sair dos estúdios ...
• ... Enquadra-se na nova classe dos comentaristas do ar condicionado.
• O “Fofocando”, do SBT, tornou-se pequeno demais para Leão Lobo, Mamma Bruschetta e Mara Maravilha...
• ... A queixa interna é que ela, mesmo chegando por último, sentou direto na janelinha do avião.
• Karen Junqueira, ruim daquele jeito em “Haja Coração”, tem na novela um dos seus melhores desempenhos.
• Agatha Moreira e a banda de reggae canadense Magic são algumas atrações do “Altas Horas”, do Serginho Groisman, neste sábado da Globo.
• A peça “RJ Refúgio” chega ao fim neste domingo no Sesc Copacabana...
• ... O espetáculo aborda a questão do refúgio e da imigração sob a perspectiva da cidade do Rio de Janeiro.
• ... Em seu elenco, Eriko Carvalho, Conrado Dess, Elise Garcia, o congolês Tresor Muteba e o sírio Hadi Bakkour.

C'est fini
Geraldo Luís passou três dias no Rio, gravando um pouco da vida de Marcelo Rezende, desde a sua infância até chegar a um dos nomes mais famosos da televisão.

Na quinta-feira, os dois passaram toda manhã gravando na Favela Naval. O programa vai ao ar neste domingo.

Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

*Colaborou José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo