PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Beira a imoralidade a apropriação do rádio e da TV pelas igrejas

Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

17/10/2016 07h01

Se lutar pela preservação do campo de trabalho de radialistas e jornalistas ou se colocar contra essa venda tresloucada de horários em emissoras de rádio e televisão para igrejas de todos os tipos, se tudo isso for considerado perseguição ou intolerância religiosa como alguns oportunamente tentam colocar, sem problema nenhum, esta coluna assume com muita honra a sua parte. Veste a carapuça com a maior dignidade.

Pelo tamanho do dinheiro envolvido, entende-se o interesse dos seus porta-vozes em tentar fazer calar as vozes contrárias a essa imoralidade, que tem reduzido a pó a maioria das emissoras de rádio. E que está levando a televisão seguir pelo mesmo caminho.

Se nas grandes cidades já temos uma situação pavorosa, mais alarmante ainda é o que acontece em menores centros. Em São Paulo, para se ter uma ideia, tem FM  pregando em castelhano.

Tudo sob as vistas generosas e interesseiras das autoridades, ditas responsáveis, mas que morrem de medo de meter a mão nesse vespeiro.

Jogado fora no lixo

Só mais um triste exemplo dessa tragédia: o jornal “Rede TV News”, com o fim do “Sem Rodeios”, está agora ensanduichado por um caça níquel antes e uma igreja depois.
Tem alguma condição de dar certo?

Boris Casoy estreia hoje no "Rede TV News", ao lado de Amanda Klein - Artur Igrecias/Divulgação/RedeTV! - Artur Igrecias/Divulgação/RedeTV!
Boris Casoy estreia hoje no "Rede TV News", ao lado de Amanda Klein
Imagem: Artur Igrecias/Divulgação/RedeTV!

Pensa comigo

A direção da Rede TV! teve coroado seus esforços de acertar a contratação de Boris Casoy, um dos principais nomes do jornalismo brasileiro. Alguém com total credibilidade e que pela sua experiência só poderá somar e trazer bons resultados.
Só que aí colocaram o jornal, o que ele vai fazer, entre o nada e coisa nenhuma.

Lei do menor esforço

Por outro lado, é necessário deixar claro que os departamentos comerciais de emissoras como Band, Rede TV! e companhia bela, em toda essa tragédia, contribuem de maneira bem conveniente.
Em vez da pastinha debaixo do braço e gastar sola de sapato, é mais fácil negociar e repassar espaços para tais concessionários.

Lado político

Hoje, por conveniência e medo, autoridade nenhuma se atreve a tocar neste assunto.
O “É dando que se recebe”, oração atribuída a São Francisco de Assis, foi tomado na teoria e na prática pela classe política. Santo nenhum, por melhor que sejam as suas intenções, dificilmente conseguirá reverter esse quadro.

Olha a loucura

A Band agora exibe a novela turca “Sila - Prisioneira do Amor” de 20h25 com entrega às 20h55 para o Missionário RR Soares.
Uma mudança que faz o pastor concorrer com ele mesmo na Rede TV. Isto, claro, sem contar que ele já possui uma televisão própria, a RIT. E como também acontece com a Universal em inúmeros outros casos e situações, a partir da dominação da Rede 21 e CNT. É o fim ou não é?

Marina Ruy Barbosa vive Isabela, que acaba assassinada pelo namorado Vicente, em Justiça - Estevam Avellar/Globo - Estevam Avellar/Globo
O último pepel de Marina Ruy Barbosa foi como Elisa, em "Justiça"
Imagem: Estevam Avellar/Globo

Super Marina

O próximo trabalho de Marina Ruy Barbosa, na faixa das 21, da Globo, será “O Sétimo Guardião”, escrito por Aguinaldo Silva e previsto para estrear em março de 2018.
Novela de realismo fantástico, e a Marina no papel de uma jovem que usa seus poderes  para combater o mal, representado por Lília Cabral.    

Elogiável

Em matéria de fazer televisão e televisão de boa qualidade, prestando serviço sem querer tomar o dinheiro de ninguém, vale um reconhecimento ao “Bem Estar”, nas manhãs da Globo.
Produção impecável. Ágil, bem ilustrado, que sabe dividir bem seus assuntos, com conduções em estúdio e em externas.

Programação

Discretamente, o “Cidade Alerta” passou a terminar mais tarde, às 19h50, aumentando a entrega para “Escrava Mãe”.
No “campo das peladas” da Record, Marcelo Rezende já pode ser considerado o “campeão de assistências”, colocando sempre a novela na cara do gol.

A propósito

Brasília também terá, a partir da próxima segunda-feira, 24, uma edição local do “Cidade Alerta”, sob o comando de Henrique Chaves.
Durante toda a semana passada, ele gravou chamadas com os principais apresentadores da casa.

 William Bonner apresenta o "Jornal Nacional"  - Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo
William Bonner vai apresentar o "JN" direto dos Estados Unidos durante as eleições americanas
Imagem: Reprodução/TV Globo
Bonner viaja

A Globo marcou viagem para William Bonner aos Estados Unidos, agora, no começo de novembro. Entre os dias 7 e 9, ele vai apresentar de lá a sua parte do “Jornal Nacional”, por conta das eleições americanas. Renata Vasconcellos ficará nos estúdios do Rio de Janeiro.
Na volta, Bonner também acompanhará mais de perto o processo de mudança do jornal para um novo estúdio, algo que será concluído ainda no primeiro semestre de 2017. 


Bate – Rebate

• Record encomendou pesquisa qualitativa em diversas praças, para avaliar o grau de popularidade dos seus comunicadores.
• Bandeirantes está presente na feira de Cannes e, uma vez mais, tentando vender “Os Imigrantes”, novela de 1981.
• Boris Casoy já tomou um tombo na Rede TV!. Tropeçou num degrau desavisado e assustou meio mundo na redação. Felizmente, sem consequências.
• Record já tem reservado o horário das 3 da tarde dos sábados para o programa da Xuxa...
• ... Resta apenas definir a partir de quando.
• A estreia de “Torre de Babel” no Viva, segunda passada, rendeu ao canal ótimos índices de audiência...
• ... A novela de Sílvio de Abreu atingiu a maior audiência da estreia do horário, além de ter sido 1º lugar no total de indivíduos e no público adulto...
• ... No Rio de Janeiro e em São Paulo, foi o conteúdo mais assistido durante o horário de exibição.
• O SporTV vai exibir 82 jogos da temporada 2016-2017 da NBA, a liga profissional de basquete norte-americana. Começa dia 25.

C´est fini

Mario Bacei, diretor da rádio Bandeirantes, está se saindo melhor imitador que o Beto Hora.
Depois do cartão vermelho dado ao “Na Geral”, ele criou para o horário um programa semelhante.
Que vai levar o nome de “O Mesmo”. Merece taça.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

*Colaborou José Carlos Nery

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco