Coluna

Flávio Ricco

Record dispensa autor de "A Terra Prometida"

Divulgação
O autor de "A Terra Prometida": dispensado com a novela ainda no ar Imagem: Divulgação
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

Há menos de um mês, a Record chamou o autor Renato Modesto e combinou tudo direitinho com ele sobre a renovação do seu contrato.

Que ele ficasse tranquilo e tocasse mais serenamente os últimos capítulos de “A Terra Prometida”, ainda em cartaz. Não havia com que se preocupar. Tudo no fio do bigode.

E foi o que o Renato fez. Tranquilo, pode se concentrar em escrever os últimos capítulos, para só depois acertar os detalhes que faltavam do novo compromisso.

Ao entregar o final da novela, quando foi conversar sobre “os detalhes que faltavam”, ficou sabendo da sua dispensa.  Em menos de um mês, foi esquecido tudo que haviam combinado.

Entre o que a Record apresentou como justificativa, além da necessidade de economizar, foi dito ao autor que já existem duas novelas bíblicas programadas e duas não bíblicas, além de uma reprise e que ele só voltaria a escrever em 2018.

Foram 5 anos na Record, além dos 13 anos de Globo. O autor agora está no mercado, a exemplo de seus colaboradores.

Dureza.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo