Coluna

Flávio Ricco

Transmissão do Teleton não atende deficientes auditivos

Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

08/11/2016 07h01

A televisão, como um todo, tem necessidade de ser mais respeitosa. Já de muito tempo se reclama de um maior cuidado quanto ao serviço do closed-caption, recurso de acessibilidade que atende as necessidades de inúmeras pessoas, mas que raramente é disponibilizado com a qualidade que se deseja.

A melhorzinha, mesmo com falhas, ainda é a Globo, mas no geral o que se vê são traduções que beiram o absurdo ou legendas que nem sempre correspondem ao texto falado. Descaso total. As muitas reclamações feitas nunca surtiram efeito.

No Teleton, anualmente realizado para prestar auxílio às pessoas deficientes, mesmo com indicação no vídeo da disponibilização do recurso, isto não aconteceu em nenhum instante das suas mais de 24 horas de duração, conforme nos colocou o leitor José Vander César, de Araçatuba, que tem sua esposa com problemas de audição.

Uma incoerência em se tratando deste programa.

De acordo com ele, isso se repete com extrema frequência na transmissão nacional, mas em escala muito menor quando entra a programação local. Mais uma vez fica a reclamação.

Outro lado
Consultado sobre o assunto, através da sua assessora Maísa Alves, o SBT informou que o serviço funcionou normalmente em São Paulo durante todo o programa.
 
Mas que a direção de afiliadas irá apurar o que pode ter ocorrido em outras localidades e mais especificamente no caso de Araçatuba. 
 
Inspiração
Número 1 da produtora Mixer, o diretor João Daniel Tikhomiroff encontra-se na Polônia e apresenta nesta terça-feira uma palestra na sexta edição do “Imagination Day”. 

O evento é organizado pela SKM, representante do festival de Cannes na Europa Central e terá um dia inteiro de palestras de criativos, artistas e produtores para falar sobre inspiração.

Um exagero
O seriado “The Walking Dead”, exibido pela Fox, tem nada menos que cerca de sete minutos de intervalo comercial.

E estamos falando de televisão paga.

Mundo esquisito – 1
É até compreensível a dificuldade de algumas pessoas de entender o que leem ou ouvir o que é dito. Mas muito pior que elas é tentativa de outras em causar espalhafato ou tirar proveito de situações que não existem.

No último “Domingão”, ao fazer um comentário da dança, dentro de todo um contexto, Fausto Silva falou de mulheres que aceitam homens mais grosseiros e até violentos. Se referiu ao sentido da pegada, sem querer ofender quem quer que seja.

Mundo esquisito – 2
Mas como tudo que se refere ao Fausto Silva sempre dá Ibope, houve toda uma exploração em cima, em mais uma tentativa de gerar um fato, ainda que a custa de algo que não houve.

Quem o conhece sabe muito bem o que está sendo escrito aqui. Maldade é pinçar uma palavra e interpretar de maneira diferente daquela que foi falada, a gosto de gerar uma situação imaginária. E uma situação imaginária do mal.

O último
“Ilha de Ferro” é o título do último trabalho do roteirista Max Malmann, morto na última sexta-feira.

É uma série que se passa numa plataforma de petróleo e deve entrar em produção, na Globo, em 2017.

Aquecimento
Já informamos por aqui que Paolla Oliveira iniciou preparação para viver uma delegada que luta MMA, em “À Flor da Pele”, próxima novela das nove.

E isso inclui horas e horas assistindo combates do gênero na televisão.

Divulgação
Ana Furtado e Deborah Secco nos bastidores da campanha de fim de ano Imagem: Divulgação
Capricho
A Globo gravou domingo sua mensagem de fim de ano no Estúdio F mesmo, porque a chuva no Rio não permitiu que fosse em uma área externa, como estava planejado. Como sempre, uma grande estrutura foi montada para receber todo o elenco, dividido em dois grupos.

Lado ruim
Nos bastidores, no entanto, alguns artistas reclamaram muito da dupla canadense Daveed Goldman e Nobu Adilman, criadores do coro "Choir! Choir! Choir!", atração especial desta mensagem.

De acordo com o pessoal, eles foram antipáticos em vários momentos, e questionou-se até se havia mesmo a necessidade de eles estarem ali.

Ordem na casa
O Fox Sports tem que cuidar urgentemente de duas coisas: uma gerente administrativa que prima pela grosseria e falta de educação, além de alguns focas que já se sentem donos da redação e no direito de hostilizar jornalistas mais rodados. É quase um grêmio estudantil. Tudo feito bem escondido dos olhos das chefias.

João Miguel Júnior/Divulgação/TV Globo
Ao lado de Vladimir Brichta, Paula Toller faz participação especial em "Rock Story" Imagem: João Miguel Júnior/Divulgação/TV Globo
Participação especial
“Rock Story” vai receber muitas estrelas da nossa música durante sua exibição na faixa das 19h da Globo.

Nesta quinta-feira, por exemplo, Paula Toller faz uma participação especial. 

Está fora
O consultor de etiqueta Fábio Arruda não integra mais o quadro de apresentadores da Rede TV!.

Seu contrato venceu e não foi renovado, informa a emissora.

Estevam Avellar/Divulgação/TV Globo
Virgínia Cavendish em "Nada Será Como Antes" Imagem: Estevam Avellar/Divulgação/TV Globo
Laços de família 
Virgínia Cavendish começa a aparecer nesta terça-feira em “Nada Será como Antes”. Carmem, uma cantora de cabaré com quem Saulo (Murilo Benício) teve um romance na adolescência, é a personagem. Ele, 18 anos depois, a procura para saber se, de fato, tiveram uma filha.

“Trabalhar com a Débora [Falabella] é sempre um prazer”, diz Cavendish.
“Além de ‘Lisbela e o Prisioneiro’, trabalhamos juntas no telefilme ‘Homens de Bem’, o único em que ela não roubou meu namorado”, se diverte.

Vai rolar
Com ou sem Geraldo Luís, a Record vai lançar um programa diário nas suas noites, em 2017.

É um assunto que sua alta direção considera um desafio.     

Bate –Rebate

• “Os Dez Mandamentos” anda tão bem na Argentina que o chamadão da Telefe da programação de novembro está em cima dela...
• ... E está todo enquadrado no tema "Moisés e os Dez Mandamentos".
• Marcelo Madeira acaba de assinar contrato de exclusividade com a marca Digicaster na América Latina...
• ... A nova tecnologia já foi apresentada na Argentina, que permite transmissões em alta qualidade, via Internet...
• ... Um aparelho que será de enorme utilidade para as emissoras, especialmente as que se dedicam ao jornalismo, pela sua alta resolução e dispensar custos de satélite...
• ... Nos Estados Unidos, emissoras como Fox, ESPN, Disney e CNN, entre outros, já estão se utilizando dele.
• Letícia Dornelles, autora conhecida da TV, está lançando agora em novembro o seu primeiro livro infantil, “As Aventuras de Patrick”...
• ... E, em março de 2017, ela vai lançar outro, só que adulto, e também pela Chiado: “Delação premiada: Os bastidores da operação policial que parou o Brasil”...
• ... Este será escrito em forma de roteiro, e inspirado na Lava-Jato, inclusive com a produção de uma peça homônima.

C'est fini
Além do William Bonner, a Globo também enviou William Waack aos Estados Unidos, para a cobertura das eleições norte-americanas.

Os dois, desde a noite de ontem, já estão apresentando seus respectivos telejornais diretamente de lá. 

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

*Colaboração de José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo