PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Imagem da Band mostra pouco caso com ela mesma

24.nov.2015 - Equipe de produção do Jornal da Band aparece preparando Ricardo Boechat para entrar no ar   - Reprodução/Band
24.nov.2015 - Equipe de produção do Jornal da Band aparece preparando Ricardo Boechat para entrar no ar Imagem: Reprodução/Band
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

14/11/2016 07h01

Que a Band está num momento difícil, todo mundo sabe. E respeita. Assim como há o entendimento que não existem recursos para se investir em programação e o que tem aí é, com muito esforço, o que dá para fazer.

No entanto, cuidar da sua própria imagem não custa absolutamente nada. Basta ter vontade. Assistir a longos intervalos comerciais é maçante. Agora assistir a longos intervalos comerciais, com as mesmas peças publicitárias durante meses, é insuportável.

No “Jornal da Band”, aquele que deve ser cuidado e apresentado como seu principal produto, até as vinhetas da casa são as mesmas de sempre.

Vai dia e vem dia, vai semana e vem semana, com a eterna repetição dos mesmos comerciais, dos mesmos anunciantes, as mesmíssimas peças institucionais do governo federal, e, as mesmas chamadas dos mesmos programas. É tortura.

Isso, além da falta de respeito com quem assiste à ela, tem outro nome: pouco caso.

"Roda Viva", nesta segunda (14), entrevista o presidente Michel Temer, com as participações de  Ricardo Noblat ("O Globo"), Sergio D'Avila ("Folha de S. Paulo"), William Correa (TV Cultura), Augusto Nunes (TV Cultura), João Caminoto e Eliane Catanhede ("Estadão")  - Divulgação - Divulgação
"Roda Viva", nesta segunda (14), entrevista o presidente Michel Temer, com as participações de Ricardo Noblat ("O Globo"), Sergio D'Avila ("Folha de S. Paulo"), William Correa (TV Cultura), Augusto Nunes (TV Cultura), João Caminoto e Eliane Catanhede ("Estadão")
Imagem: Divulgação

Calma nessa hora

Walcyr Carrasco ficou de entregar a sinopse da sua nova novela no começo de dezembro. Está trabalhando nela.

Só a partir daí é que a teledramaturgia da Globo, o diretor Mauro Mendonça Filho e ele próprio irão concentrar esforços na escalação do elenco.

Prioridade é dela

A Globo, naquilo que diz respeito a escalações, tem usado de cuidados e procurado respeitar a ordem.

Como, depois de “A Lei do Amor”, será a vez da Glória Perez, a preferência é dela na escolha dos atores que julgar necessários.

De qualquer forma

Em todas as ocasiões, inclusive em manifestações nas redes sociais, Walcyr nunca escondeu sua preferência em trabalhar com determinados atores. Aqueles que têm a sua confiança.

Flávia Alessandra, Elizabeth Savala, Bianca Bin, Rainer Cadete, Drica Moraes e Marieta Severo são alguns desses.

No ponto

Sempre é tempo de falar da estreia de Muricy Ramalho, no SporTV, comentando Brasil e Argentina.

Usou linguagem simples, objetivo e conciso, com a franqueza de sempre e bem promovido pelos companheiros Luiz Carlos Jr. e Maurício Noriega. A sua contratação foi uma bela sacada da direção do canal.

Tempos são outros

Hoje, com a televisão usando no mínimo 25 câmeras na transmissão de qualquer jogo, além do narrador, o próprio comentarista, inclusive o de arbitragem, precisa ser mais cuidadoso para não ser redundante ou muitas vezes insistir na besteira de desmentir a imagem.

Não existe mais espaço para as enrolações do passado. Hoje, com os olhos de todos vendo a mesma coisa, quanto mais curto, grosso e sincero, melhor.

Quadro é trágico

Metade de novembro e a Record ainda não tem a sua programação do ano que vem.

Por mais absurdo que isso possa parecer, não existe decisão nenhuma sobre o que irá ao ar a partir de fevereiro. Amadorismo puro.

Põe no papel

Quanto tempo se perdeu até agora na tentativa de convencer Geraldo Luís a apresentar um programa, todas as noites, em 2017, como se isso pudesse ser a salvação de todas as lavouras.

Ele já disse que não pode, não quer e não vai fazer.

Barata voa

17.ago.2015 - Na abertura de seu programa de estreia na Record, Xuxa simula uma entrevista de emprego no departamento de recursos humanos da emissora - Reprodução / Record - Reprodução / Record
Xuxa tem futuro incerto na Record
Imagem: Reprodução / Record


E como não existe a decisão do Geraldo, os futuros da Xuxa e Gugu, por consequência, também permanecem incertos.

Silvio Santos, aos mais próximos, já disse que tem o maior respeito por Edir Macedo, mas se precisar não irá economizar em tirar alguém da Record.

Alvos definidos

Os nomes, em se tratando da concorrente Record, que Silvio Santos nunca escondeu que poderiam vir a ser soluções para o SBT são os de Marcelo Rezende, Luiz Bacci e Geraldo Luís.

Os três, em comum, têm programas que sempre pegam do zero e servem de alavancas importantes na programação.

Malabarista

Hoje, a Record tem no vice de jornalismo, Douglas Tavolaro, a única pessoa capaz de evitar uma tragédia interna de grandes proporções.

É ele que tem procurado apagar todos os incêndios. Resta apenas saber até que ponto ele conseguirá.

Fazendo a cabeça

Os cabelos de Giovanna Antonelli, Letícia Spiller e Maria Joana estão entre os dez mais pedidos das telespectadoras da Globo em outubro.

Leticia Spiler e Giovana Antonelli, atrizes de "Sol Nascente" - Cesar Alves/TV Globo - Cesar Alves/TV Globo
Leticia Spiler e Giovana Antonelli, atrizes de "Sol Nascente"
Imagem: Cesar Alves/TV Globo


Os cortes e as tonalidades utilizados pelas atrizes foram motivos de elogios e informações.

Bate – Rebate

• Anitta está muito bem, agora, no Multishow. Renovou contrato para apresentar o “Música Boa ao Vivo” em 2017 e também vai seguir um roteiro internacional...
• ... Só que ela também deixou uma porta muito aberta, fala-se até em escancarada, no SBT...
• ... Silvio Santos fez vários elogios à cantora, no ar e nos bastidores do Teleton. Tempo ao tempo.      
• Gugu, na semana passada, veio rapidamente ao Brasil, apresentou seu programa na Record, gravou outros e já viajou de volta para os Estados Unidos...
•  São muitas as especulações em cima do que poderá acontecer no SBT, após a saída do Raul Gil, no final de dezembro...
• ... Mas, por enquanto, a direção da casa adota cautela. Apenas anuncia que não tem nada decidido.
• Conversa do Jô Soares com Silvio Santos parou na conhecida questão do pedido de entrevista...
• ... Permanece indefinido o futuro do Jô, após o fim do seu programa na Globo em 16 de dezembro.
• Está prevista a presença do prefeito eleito e bispo licenciado da Universal, Marcelo Crivella, na inauguração das novas instalações da Record-Rio...
• ... A solenidade está confirmada para o dia 15 de dezembro.

C´est fini

O nome de Elizabeth Jhin, que escreveu “Além do Tempo”, já aparece na lista das próximas atrações da Globo, horário das seis da noite.
Pela ordem, depois de “Sol Nascente” e “Novo Mundo”, será novamente a vez dela.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

*Colaborou José Carlos Nery
 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco