Coluna

Flávio Ricco

SBT vê novela infantil como fonte inesgotável e único caminho a seguir

Rodrigo Belentani/SBT
Lorena Queiroz, de "Carinha de Anjo", novela do SBT Imagem: Rodrigo Belentani/SBT
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

04/12/2016 07h01

Se alguém perguntar para qualquer executivo do SBT qual a chance de sair do formato de novelas infantis e investir em outros gêneros, a resposta será sempre a mesma: nenhuma. Isso porque não existe a menor intenção de se alterar o caminho determinado. Fora dessa casinha, só as mexicanas.  

Ao contrário do que muitos possam imaginar, não se trata de uma acomodação. Na verdade, é o que se tem pra hoje! Incapaz de fazer frente ao modelo da Globo e decidida a passar longe do padrão bíblico da Record, o plano é não sair daquilo que foi traçado e que até aqui tem apresentado bons resultados.

Para alguns de seus diretores, este é um caminho “inesgotável” e com possibilidades de ser explorado em outros segmentos, incluindo licenciamento e shows.     

Desde “Carrossel”, em 2012, até a recente “Carinha de Anjo”, essas novelas despretensiosas e destinadas às crianças alcançam satisfatórios índices de audiência e servem ainda como opção às produções dos canais concorrentes.

A ordem, portanto, é continuar com remakes ou até mesmo roteiros inéditos, sem trabalhar e nem mesmo considerar qualquer outra pretensão.


Bola dentro
Importante reconhecer o acerto deste departamento de teledramaturgia conduzido pelo experiente Reynaldo Boury e por Iris Abravanel.

O SBT arquivou o desejo de ter duas novelas inéditas no ar, porém, dentro de suas condições, tem se esforçado para manter ao menos uma e também se colocar como opção para o mercado de trabalho.

Tem um preço
Ao optar pelo universo infantil, o SBT se viu obrigado a se afastar de alternativas que já existiam, entre elas as obras do acervo de Janete Clair, roteiros de radioteatro e radionovelas, adquiridas em 2008.

Só “Vende-se um Véu de Noiva” foi realizada, de um total de 35 trabalhos.  

É inevitável 
Resta saber até quando irá o bom momento de novelas como “Carinha de Anjo” no SBT. Porque, apesar de entenderem que o gênero é inesgotável, em determinado momento haverá um desgaste.

Algo inclusive que já se nota nas bíblicas da Record. 

Está fora  
O diretor Marcus Pimenta anunciou, quarta-feira, a sua saída do programa “Zorra”.

Ele continua na Globo e o retorno às novelas aparece como caminho mais provável.

“Avenida Brasil” e “Joia Rara” foram alguns de seus trabalhos.

Divulgação
José Loreto em cena do filme "Mais Forte Que o Mundo" Imagem: Divulgação
Fusão        
Na Globo, em janeiro, “Mais Forte que o Mundo” vai se chamar apenas “Aldo”.

O filme sobre o lutador José Aldo irá ao ar em quatro capítulos e também terá uma parte reservada a documentário, com participação do jornalismo da casa.

Cada uma
Na Record, mais precisamente na direção de teledramaturgia, existe um entendimento que os atores contratados por obra se dedicam muito mais ao trabalho, ao contrário daqueles com compromisso de longa duração.

Então tá! Boa desculpa.
  
Dança gatinhas
Rodrigo Faro terá um programa especial, dia 25, Natal, na Record.

E com direito a participação de suas filhas, Helena, Maria e Clara, no quadro “Dança Gatinho”, que excepcionalmente vai mudar para “Dança Gatinhas”.

Mudança de hábito
Para mostrar o que a Rocinha tem de melhor o jornalista e também youtuber Fábio Ramalho, ex-Record, resolveu fazer uma pesquisa de imersão: trocou a sofisticada Barra da Tijuca por uma semana hospedado na casa de moradores da comunidade.

O resultado deste trabalho pode ser conferido no seu canal na web.

Bate – Rebate

• Marcelo Várzea, o delegado Celso de “A Lei do Amor”, assina a direção do espetáculo "Aquário com peixes", texto  inédito de Franz Keppler, que chegará a São Paulo no primeiro trimestre de 2017.
• As gravações da série “Carcereiros” estão chegando ao fim em São Paulo...
• ...Rodrigo Lombardi, o protagonista, não se cansa de elogiar o diretor da série, José Eduardo Belmonte, pela dedicação em todas cenas.
• O filme, baseado no “Detetive do Prédio Azul”, do Gloob, começa a ser rodado em janeiro, no Rio.
• Também em janeiro, mas em São Paulo, começam as gravações da quarta temporada de “O Negócio”, série da HBO.
• A Academia de Filmes participa do Ventana Sur, evento voltado ao mercado de audiovisual latino-americano, em Buenos Aires...
• ...O produtor-executivo Paulo Roberto Schmidt e a gerente de negócios Juliana Bauer vão representar a empresa, por meio dos filmes “Anjos da Lapa” (cinebiografia sobre a formação da banda Planet Hemp, já em fase de montagem) e “As Mil Faces do Crime”, longa sobre a prisão do traficante colombiano Juan Carlos Abadía, em São Paulo, que será dirigido por Fernando Coimbra.
• Carol Nakamura, a Hirô de “Sol Nascente”, tem procurado sempre se orientar com os atores mais experientes da novela...
• ...Luis Melo, por exemplo, é sempre um dos seus alvos.
• João Doria trocou o comando do “Show Business”, mas o “Face a Face”, no Band News, seguirá com  Adriane Galisteu.
• Pedro Vasconcellos já está reservado na Globo para dirigir a próxima novela de Elizabeth Jhin, na fila das 18 horas.

 
C'est fini
Continua muito bom o desempenho do Ratinho no duelo com a Xuxa às segundas-feiras.

Neste ano ocorreram 45 confrontos e ele, Ratinho, registra nada menos que 100% de aproveitamento. Ganhou todas as disputas.

Na média do confronto, de 11 de janeiro a 28 de novembro, 9,77 pontos ante 6,56, na Grande São Paulo. Dados do Kantar Ibope.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

*Colaboração de José Carlos Nery 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo