Coluna

Flávio Ricco

Escrava Mãe passa o bastão para Escrava Isaura na Record; veja como será

Edu Moraes/Divulgação/Record TV
No final do último capítulo de "Escrava Mãe", Átila (Léo Rosa) conta a história de amor de Juliana (Gabriela Moreyra) e Miguel (Pedro Carvalho) para a filha, Dorinha Imagem: Edu Moraes/Divulgação/Record TV
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

07/01/2017 07h00

Na próxima segunda-feira (9), a Record exibe o último capítulo de “Escrava Mãe”, novela escrita por Gustavo Reiz e liderada pelos atores Gabriela Moreyra e Pedro Carvalho.

A produção estreou em 31 de maio e, desde então, ocupa o segundo lugar de audiência em São Paulo. Sua média, até aqui, é de 11 pontos, de acordo com o Ibope, e a troca de bastão vai acontecer da seguinte maneira:

No final do último capítulo de “Escrava Mãe”, Átila (Léo Rosa) conta a história de amor de Juliana (Gabriela Moreyra) e Miguel (Pedro Carvalho) para a filha, Dorinha, até o nascimento de Isaura e o desfecho dos personagens principais.

Divulgação
Bianca Rinaldi é a protagonista de "Escrava Isaura" Imagem: Divulgação
Quando a menina pergunta como a trama continua, o revolucionário diz que, a partir de agora, será contada por uma outra pessoa, de uma forma muito especial (ele se refere a Bernardo Guimarães, autor da obra de “A Escrava Isaura”).

Acontece uma passagem de tempo com a informação “Alguns anos depois”... e surge a cena de Isaura (Bianca Rinaldi) já adulta tocando piano na sala. E tem início a reprise de “A Escrava Isaura”, um dos grandes trabalhos do diretor Herval Rossano.

*Colaboração de José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo