Coluna

Flávio Ricco

Futuro dos canais Esporte Interativo será decidido a partir de hoje

AFP
A transmissão da Liga dos Campeões é um dos produtos do qual o Esporte Interativo tem os direitos Imagem: AFP
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

20/03/2017 07h01

Nesta segunda-feira (20), todo o alto comando da Turner estará no Brasil, tomando decisões sobre uma série de assuntos, e entre os que mais preocupam, o futuro dos canais Esporte Interativo.

Há o entendimento, visto e admitido internamente, que o modelo atual, apesar de todos os investimentos feitos, não reúne mais condições de se manter em pé por muito tempo. Ou muda ou será extinto porque os prejuízos serão inevitáveis.

Para o lugar dele, inclusive, outras possibilidades já são avaliadas, entre as quais a de se seguir simplesmente o modelo americano: continuar com os direitos já adquiridos, mas passar a se servir do TNT e Space para as suas exibições. Este é visto como o cenário mais possível.

Entre as propriedades adquiridas se incluem a Liga dos Campeões e, como maior dor de cabeça, o acerto com vários clubes brasileiros, que passa a valer a partir de 2019.

Em meio a tudo, importante lembrar, existe também a questão da AT&T, como nova dona da Time Warner. O marco regulatório brasileiro não permite que uma empresa de telefonia se aproprie de direitos relevantes no país. O campeonato brasileiro, no esporte, sem dúvida, é um deles.

A situação, como se observa, é extremamente delicada.

Outros direitos

A Band vai fazer a Copa das Confederações. Tudo certo. Não existe mais dúvida sobre isso.

A novidade é que outros Eventos Fifa passam a fazer parte do mesmo pacote. Torneios de Futebol de Areia, entre eles.

Se deu ao luxo

A Globo vai iniciar a reapresentação de “A Grande Família” nesta segunda-feira.

Na verdade, segunda-feira é modo de dizer, porque na verdade será amanhã, terça, 1h11 da manhã. Não tinha um horariozinho melhor?

existe?

Capítulo de “A Lei do Amor”, quinta-feira, personagem do Gianecchini disse que o Hélio foi sepultado “no túmulo da família”.

Será que já existe “túmulo coletivo”? O certo não é jazigo?

Vale o registro

Para todos os efeitos, a direção da Band não desistiu de realizar, ainda ao longo deste ano, uma outra temporada do “X Factor”.

No encontro do próximo dia 29 com anunciantes e imprensa, será anunciado como um dos produtos possíveis.

Munir Chatack/RecordTV
Cena de "O Rico e o Lázaro", que está no ar na Record Imagem: Munir Chatack/RecordTV

Apreensão

Produzir novela religiosa, uma atrás da outra, já não é unanimidade na Record.

O modelo começa a apresentar sinais de cansaço. Os temas são muito parecidos e as diferenças em cenários, figurinos e outras caracterizações são quase imperceptíveis. Muda o título da história, mas passa a impressão de ser sempre a mesma novela.

Importante verificar

Sobre esse assunto das novelas religiosas, é preciso que os diretores reflitam sobre ele e verifiquem até que ponto existe o desgaste, além daquilo que poderá existir como consequência.

E que façam isso enquanto é tempo.

E aí?

A questão da Simba, empresa do SBT, Record e Rede TV!, com as operadoras do cabo continua como um jogo de xadrez.

Com tudo que o jogo de xadrez tem direito, muita paciência e preparação dos próximos lances, mas sem ninguém mexer uma única pedra.  A impressão é que pretendem levar assim até quando der. Resta apurar quem, no fim, poderá perder mais ou perder menos.

Números

Havendo mesmo a decisão de levar à frente a decisão de não ceder mais sinal para operadoras do cabo, certamente será a Record a que mais irá perder. É ela, segundo o Ibope, quem tem, entre as três, os melhores resultados na audiência na TV paga.

SBT e Rede TV!, nem tanto.

Não tem data

Ninguém, na Globo, por enquanto trabalha ou crava qualquer data para a estreia do novo programa de entrevistas do Pedro Bial.

A única certeza é que não será tão cedo. Talvez maio. Ou, quem sabe, no segundo semestre.

Popstar

Certo, como uma das novidades da Globo este ano, está o lançamento do “Popstar”, com apresentação de Fernanda Lima, que irá reunir bandas formadas por artistas da Globo.

Já tem onze artistas confirmados. Faltam três para fechar o time da primeira temporada.

João Miguel Júnior/TV Globo
Paolla Oliveira se prepara para viver Jeiza em "A Força do Querer" Imagem: João Miguel Júnior/TV Globo

A bela é fera

Paolla Oliveira vem aí na pele de Jeiza, uma policial e lutadora de MMA, na próxima novela das 21h, “A Força do Querer”.

Segundo a atriz, será um dos papéis mais desafiadores de sua carreira: “A Jeiza quer mostrar que a mulher pode tudo”.

Bate - Rebate
• Por enquanto, a série “Onde Nascem os Fortes” é o único trabalho definido para o Alexandre Nero na Globo nesses próximos tempos...
• ... Embora ele tenha pedidos de reserva do seu nome por parte de outros autores...
• ... “Onde Nascem os Fortes”, escrita por George Moura e Sérgio Goldemberg, vai ter a direção de José Luiz Villamarim...
• ... É uma super-série das 23 horas, mas que só irá ao ar no ano que vem.
• No evento da Globo, realizado na quinta-feira, junto com seus principais diretores, vários autores, apresentadores e atores estiveram presentes...
• ... João Emanuel Carneiro, por exemplo, já colocado na fila das 21 horas para novo trabalho...
• ... E Gilberto Braga, numa demonstração de que ele também continua no radar da teledramaturgia.
• O programa “Dancing Brasil”, sob o comando de Xuxa, vai ocupar o Estúdio I no complexo da Casablanca, no Rio...
• ... O local está desde já reservado para ele...
• ... Por outro lado, o Estúdio J, da mesma produtora, continua interditado, desde o problema de incêndio ocorrido em setembro do ano passado. 

* Colaborou José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo