Topo

Coluna

Flávio Ricco

Letícia Spiller será mãe de Felipe Simas em supersérie das 23h

Sergio Zalis/Divulgação/TV Globo
Lenita e Vittorio (Marcello Novaes) chegam ao fim juntos em "Sol Nascente" Imagem: Sergio Zalis/Divulgação/TV Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

21/03/2017 07h00

Letícia Spiller encerrou sábado seus trabalhos como Lenita em “Sol Nascente”, que terá seu último capítulo exibido nesta terça-feira.
Mas, entre uma coisa e outra, ela já vinha se preparando também para “Os Dias Eram Assim”, produção de época que estreia em abril na faixa das 23h.

Livre da novela, a partir de agora, Spiller vai se aprofundar no processo de caracterização da personagem e aguardar o chamado para gravar as primeiras cenas, o que deve ocorrer em no máximo duas semanas.

Tudo muito rápido é verdade, porque a sua Monique, mulher de Toni (Marcos Palmeira) e cunhada de Arnaldo (Antônio Calloni) mostrará serviço logo no primeiro capítulo desta supersérie.

Na cena, ela dará à luz um menino, Caíque, que após uma passagem de tempo, passará a ser defendido por Felipe Simas. O parto será feito pelo protagonista, Renato Góes.  

Ainda em relação a “Sol Nascente”, Lenita e Vittorio (Marcello Novaes) chegam ao fim juntos. A felicidade da empresária será completa com a aproximação da filha biológica Paty (Pamela Tomé), que se muda para o Brasil.

Letícia e Marcello voltaram a trabalhar juntos em uma novela, após “Quatro por Quatro”, de 1994, onde viveram seus personagens mais marcantes, Babalu e Raí, e fizeram também "Zazá" (1997). Foram casados por 5 anos e tiveram um filho, Pedro. A separação aconteceu em 2000. 

*Colaborou José Carlos Nery

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!