Coluna

Flávio Ricco

As mudanças que o digital proporciona no jeito de ver e fazer TV

iStock
Imagem: iStock
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

28/03/2017 07h01

O desligamento do analógico, em processo, está mudando completamente o jeito de ver e fazer TV, além de outros significados.

O deslocamento dos canais de televisão da faixa dos 700 MHz irá possibilitar que as operadoras de celular usem essas frequências para melhorar o serviço do 4G, ainda com sérias deficiências em boa parte de todo território nacional.

Ao mesmo tempo, o salto na qualidade da imagem é dos mais significativos. De 704 x 480 linhas de pixel (pontos luminosos que formam as imagens da tela) para 1920 x 1080 pixels, possibilitando uma nitidez muito maior na recepção.

Desde que se começou a falar do digital no país, as grandes redes de televisão passaram a trabalhar com esta preocupação, especialmente na área de produção, em detalhes como maquiagem, figurinos, cenários, elementos de cena etc.

Para elas, de acordo com os números apurados ontem relativos a São Paulo, a mudança do sistema será menos impactante do que para a maioria da população.

Espalhafato
O que se observa, em todo o circo armado sobre o desligamento do sinal do SBT, Record e Rede TV! das operadoras, é que falta, no mínimo, mais cuidado em tratar do assunto.

E isso vale para os dois lados.

A grande pergunta
Tanto no que diz respeito a Sky, Net, Vivo, Oi e companhia bela, como a essas três grandes redes, será que alguém, com bom juízo, já fez as contas do que isso significa?

No caso das TVs, é preciso saber até que ponto, individualmente, isso irá interferir na vida e no caixa de cada uma. Todas estão em busca de uma vantagem, que consideram ter direito, mas também é preciso contabilizar o que, individualmente, poderão vir a perder.

Aviso aos condomínios
No decorrer dos últimos anos, com o serviço prestado pelas operadoras e o crescente número de assinaturas, as antenas coletivas dos prédios ou deixaram de existir ou ficaram para enfeitar.

Agora, levando-se à frente a proposta do Simba e considerando as ameaças feitas, todas terão que ser reativadas, em ações individuais, para receber SBT, Record e RedeTV!. Uma providência que, diante de tudo terá que ser tomada.

Lourival Ribeiro/SBT
Lorena Queiroz, protagonista de "Carinha de Anjo" Imagem: Lourival Ribeiro/SBT
Equilíbrio
“Carinha de Anjo” segue como a maior audiência diária do SBT. Uma novela que, mesmo estreando num mês difícil, como foi novembro, não observou qualquer queda em seus resultados.

Ao contrário. Hoje está a apenas um ponto de “O Rico e Lázaro”, da Record.

A propósito
É importante colocar que “Carinha de Anjo”, escrita por Leonor Corrêa e direção de Ricardo Mantoanelli, com supervisão de Iris Abravanel, vai chegar a 350 capítulos.

Contas feitas, isto significa que ficará no ar até março do ano que vem.

Outro lado
A RedeTV! pede a palavra: “Diferentemente do que foi publicado na coluna do último sábado, o ‘Melhor Pra Você’ não vai encolher meia hora. A emissora esclarece que a atração, apresentada por Celso Zucatelli, Edu Guedes e Mariana Leão, permanece no ar das 10h às 12h, ao vivo, de segunda a sexta-feira”.

Então tá.

Encontro
Nesta terça-feira, a ESPN Brasil vai exibir uma matéria, marcando o encontro do ex-jogador Mário Kempes, campeão mundial em 1978 pela Argentina, com Amaro Gonçalves, pai de Everton Kempes, atacante da Chapecoense vítima da tragédia no fim do ano passado.

Os outros dois filhos do seu Amaro, Cleber e Eric, também receberam o mesmo sobrenome do ídolo argentino.

Apenas isso
O “Conexão Models”, da Rede TV!, tem todos os ingredientes para ser um bom programa, menos um, por acaso o principal.

Tem a Renata Kuerten, cada vez melhor como apresentadora, reúne uma moçada bonita, mas ainda investe em expedientes como torta na cara, estourar bexiga cheia d'água na cabeça de alguém etc. Muito pobre.

Coisas do coração
A gosto da ocasião, uma apresentadora de telejornal, ainda em início de jornada, acaba de trocar as cores do PT pelas do PSDB.

É, como se observa, uma carreira amorosa das mais conflituosas. Nos resta esperar pela próxima vítima.

Caminho diferente 
José Occhiuso, diretor de jornalismo do SBT, afirma que não conhece o apresentador alagoano Sikêra Junior e não marcou nada para conversar com ele.
Teve uma linha cruzada aí e alguém querendo tirar proveito da situação.

O Sikêra esteve, sim, ontem em São Paulo, no SBT, mas foi para gravar o programa do Danilo Gentili.

Bate – Rebate
• Globo e SporTV transmitem Brasil e Paraguai, jogo que pode carimbar, numericamente, o passaporte da nossa seleção para a Copa do Mundo, do ano que vem, na Rússia...
• ... A exibição da partida, a partir das 21h45, fez com se antecipasse para ontem, excepcionalmente, a eliminação do “BBB”.
• O Fox Sports prepara uma programação especial voltada para o clássico do campeonato espanhol Real Madrid x Barcelona...
• ... Encontro marcado para 23 de abril, um domingo, às 16h45, horário de Brasília.
• O “Tá no Ar”, no final de uma, já tem assegurada nova temporada, em 2018, na Globo.
• Uma situação que inspira cuidados. Neste último final de semana, o “Domingo Show”, da Record, fechou com 9 de média...
• ... Enquanto o “Domingo Legal”, do SBT, só 4,9. Pouco mais que a metade...
• ... E o “Mundo Disney”, exibido antes e muitas vezes responsabilizado pelo estrago, com 5,3, teve média superior ao “Domingo Legal”.
• Já estão no ar as primeiras chamadas de “Os Dias Eram Assim”, supersérie da Globo, que vai estrear agora em abril.
• Sandy será a primeira entrevistada de Tatá Werneck no “Lady Night”, talk show que estreia dia 10 de abril no Multishow.

*Colaboração de José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo