Coluna

Flávio Ricco

Toda discussão em cima é o melhor sinal do sucesso de "A Força do Querer"

Victor Pollak/TV Globo
Ivan (Carol Duarte) em casa, depois da agressão, em "A Força do Querer" Imagem: Victor Pollak/TV Globo
Arte/UOL
Flávio RiccoFlavio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL

13/10/2017 00h06

Aquele que escarafunchar, resolver mergulhar profundamente na questão, evidente que irá encontrar alguma coisa mal colocada ou que não funcionou em “A Força do Querer”.

Porém, vamos combinar, ainda que considerando tais ou possíveis escorregadas e até o fato de não existir concorrência, novela para passar de 50 pontos durante sua exibição tem que ser muito boa. E faz valer todas as discussões, contras e prós, em torno dela. Pior tradução do fracasso é o silêncio.

Por exemplo: naquilo que diz respeito ao papel da Carol Duarte, Ivana ou Ivan, a intenção da Glória Perez não foi outra senão levantar a questão.

Chamar atenção para o assunto, porque no contexto geral, pelo menos até aqui, a personagem não teve outra função. A sua presença ou não, para a história em si, não faz diferença nenhuma. Assim como houve toda uma confusão em torno da sua gravidez e do tempo dela, a ponto da autora se valer de todos os meios para explicar. Em vão. Mesmo com todas as licenças possíveis, dentro e fora das novelas, o ano sempre terá 365 dias.

Qualidades indiscutíveis

“A Força do Querer” foi e continua sendo tudo de bom. Produção, direção, sonorização, iluminação etc.
E desempenhos muito acima da média. Destaque-se Juliana Paes, muito provavelmente em seu melhor trabalho na televisão até aqui.
 

Divulgação
Negrini e Grace Gianoukas atuarão juntas Imagem: Divulgação
Um toque de comédia

Convidada para viver Suzana, a grande vilã de “Orgulho e Paixão”, substituta de “Tempo de Amar” na Globo, Alessandra Negrini terá como fiel escudeira a Petúnia, criada e comparsa de todas as horas, papel de Grace Gianoukas.

Há uma aposta muito forte nesta dupla, que promete ainda uma boa dose de diversão.

Acordo próximo

Está praticamente fechado o acordo para que a Bandeirantes, na aberta e pelo BandSports, continue com o torneio de tênis de Roland Garros, a partir de 2018.
Uma transmissão que, para a emissora, já se tornou tradição.

Muito futebol

Números redondos, serão trinta jogos transmitidos pelos canais ESPN de hoje até domingo.
Encontros pelos campeonatos inglês, espanhol, italiano, alemão, francês, holandês, escocês, belga e mexicano.

Divulgação
Grazi Massafera e Juliana Caldas Imagem: Divulgação
Paparico

Intervalo de gravação de “O Outro Lado do Paraíso” e Grazi Massafera não economiza carinhos com a nova colega, Juliana Caldas. Na história de Walcyr Carrasco, que estreia dia 23, Lívia (Grazi) e Estela (Juliana) são irmãs e filhas de Sophia (Marieta Severo).
As duas se dão muito bem e sofrem, cada uma a seu modo, com o difícil relacionamento com a mãe.

Vai começar

Em Cabaceiras, na Paraíba, a partir da próxima semana, a Globo inicia as gravações de “Onde Nascem os Fortes”, sua próxima novela das 11, também chamada de supersérie.
Pamela Tomé e Gabriel Leone vão abrir os trabalhos, dirigidos por José Luiz Villamarim.

30 dias

Durante um mês, o elenco de “Onde Nascem os Fortes” irá permanecer na locação de Cabaceiras.
Por lá já se encontram equipes de direção, técnica, produção, figurinos, maquiagem...

Parar por aí

O fracasso de “Os Dez Mandamentos” já tirou todo estímulo da direção da Record em manter este horário de novelas, com reapresentações ou não.
Prevalecendo o desejo de hoje, tudo deverá voltar ao que sempre foi, na sua programação do começo de noite, antes de iniciar esta reprise. Não haverá uma próxima. 

Panorama estranho

Hoje, o “Balanço Geral” e o “Cidade Alerta” funcionam como duas ilhas na grade da Record.
Jogam a audiência lá em cima, para ser derrubada pelo que entra depois.

Bethânia

Maria Bethânia dedicou a Waly Salomão (1943-2003) um dos quatro episódios da segunda temporada do programa “Poesia e Prosa”, com  participação especial de Jards Macalé.
A exibição está programada para dezembro no Arte 1.

Bate – Rebate

•       SBT ainda não tem fechada a sua programação especial de fim de ano...
•       ... Uma das possibilidades é a exibição do musical de “Carinha de Anjo”, mas até sobre ele ainda falta uma decisão definitiva.
•       Téo José e Neto vão fazer PSG e Anderlecht pela Liga dos Campeões, quarta-feira dia 18, às 16h, na Band.
•       Gugu Liberato, com seus programas adiantados, continua com a família em Orlando...
•       ... E só retornará de lá em meados do mês que vem...
•       ... Daí se entende que a sua nova conversa com a direção da Record, sobre contrato, vai ter que esperar mais um pouco.
•       Rosanne Mulholland é nome praticamente certo na nova novela de Cristianne Fridman na Record...
•       ... Juliana Baroni também.
•       Programas da Globo – “Caldeirão”, “Domingão” e “Altas Horas” – já estão adiantando seus trabalhos com vistas às férias de janeiro.
•       A MipCom 2017 começa hoje e vai até quinta-feira em Cannes.

*Colaborou José Carlos Nery

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo