Topo

Coluna

Flávio Ricco

Jornalismo da Record vai ganhar novas instalações em 2018

Edu Moraes/Divulgação/TV Record
Celso Freitas e Adriana Araújo apresentam o "Jornal da Record" Imagem: Edu Moraes/Divulgação/TV Record
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

19/12/2017 00h06

Agora, para o comecinho de 2018, a Record está prometendo iniciar a construção de um novo complexo, dentro da sua sede na Barra Funda, em São Paulo, que irá servir o seu departamento de jornalismo, única e exclusivamente.

Pelo menos, é o que se anuncia, com conclusão das obras também previsto para o final do ano que vem. Mais que simples compromisso, empreendimento visto como uma necessidade de muito tempo.

O jornalismo da Record, porque outras prioridades assim exigiram, foi meio que deixado de lado, em todos os seus setores. Pontuais reforços na equipe deixaram de acontecer e não existiram nem mesmo renovações nos equipamentos e nas próprias viaturas que servem às suas externas.

E mais que substituir os cenários do seu principal telejornal, o mesmo desde junho de 2009, existe a necessidade de se encontrar um horário mais adequado para a sua exibição.

Mesmo se colocando entre as três principais redes, o “Jornal da Record” entra no ar quase 10 da noite, muito depois que todas as outras, sem chances editoriais de apresentar nada de novo.

Também por aí há a necessidade de se encontrar um horário mais ajustado.

O que mudou?
A propósito do “Jornal da Record”, não há muito tempo, agosto se tanto, matéria levada ao ar espinafrou a empresa Crefisa, expondo casos de clientes que tomaram dela dinheiro emprestado.

A mesma Crefisa veio, tempos depois, a se tornar cliente da Record. E nunca mais se falou dela. Interessante.

Reprodução/TV Globo
Bianca Bin como a Clara de "O Outro Lado do Paraíso" Imagem: Reprodução/TV Globo
Boa aposta
No começo de tudo, escalação ainda no início, existiram registros de nariz torcido quando se anunciou Bianca Bin como protagonista de “O Outro Lado do Paraíso”.

Resultado é que, já nos primeiros capítulos, ela disse a que veio. Um desempenho de gente grande, fazendo valer as apostas do Walcyr e do diretor Mauro Mendonça Filho.

Sem graça
Ainda no comecinho de novembro, foi realizado o grupo de discussão de “O Outro lado do Paraíso” e apontado que a novela do Walcyr pega pesado em todos os seus núcleos.

Reclamação que não será atendida. A história, de acordo com o que planeja o autor, exige este clima mais tenso.

Nada até agora
Ainda não foram revelados os resultados da perícia que irão apontar a causa do incêndio nos cenários de “Deus Salve o Rei”, próxima das 7 na Globo.

Deve sair em janeiro.

Mais longo
O novo contrato do Fábio Porchat com a Record, além de outras relevantes mudanças, agora será mais longo que o anterior.

Em vez de um, agora terá dois anos de duração, renováveis por mais dois.

Planejamento (1)
O Multishow, fazendo honrar o próprio nome, diversificará a sua grade de programação nos próximos tempos.

Entre as boas notícias, devem desaparecer vários humorísticos, todos muito sem graça, que sempre foram exibidos por lá.

Planejamento (2)
Evidente que haverá espaço para os bons programas de humor, mas não na quantidade e pouca qualidade dos tempos atuais.

Pretende-se, como ordem, diversificar muito mais, inclusive aumentando o número de exibições dos grandes shows musicais.

Balanço
A última temporada da série “The Walking Dead” não foi tão somente aquela com maior problema de audiência.

Mas também a mais fraca de todas, lenta e preguiçosa em muitos episódios.

Em questão
A “Sessão da Tarde” já de algum tempo entrou em contagem regressiva na Globo. A dúvida em questão é quando chegará no zero.

Se será no próximo ano ou no outro, substituída por uma produção da casa.

Férias do Geraldo
Geraldo Luís e toda a equipe do seu programa entraram em férias na Record.

Domingo foi o último “ao vivo”.

Agora só em 28 de janeiro. Foi uma das melhores temporadas do “Domingo Show”, funcionando sempre como uma importante alavanca de grade.

Divulgação
Adriana Lessa, Gabriela Dias e Ailton Graça em "Cidade Proibida" Imagem: Divulgação
 Capítulo especial

Nesta terça, logo depois de “O Outro Lado do Paraíso”, a Globo vai de capítulo especial de “Cidade Proibida”.

É o último da temporada. Por acaso, de todos eles, aquele com maior carga de emoção.

Bate – Rebate
• Na medida do possível, Silvio de Abreu continuará abrindo espaço para novos autores na Globo...
• ... Na verdade, a única exigência para isso é sempre aparecer com uma boa sinopse...
• ... Cininha de Paula, como autora de novela, na companhia de Ana Quintana apresentaram a ideia de um musical.
• Será no primeiro semestre, mas a Globo ainda não tem a data de estreia da supersérie “Onde Nascem os Fortes”...
• ... As suas gravações, no entanto, estão em curso desde meados de novembro...
• ... O diretor José Maria Villamarim tem procurado adiantar os trabalhos na medida do possível.
• Direção da Rede TV! planeja lançar pelo menos três novos programas ainda no primeiro trimestre do novo ano...
• ... Todos no campo do entretenimento...
• ... Assim como se deseja ampliar o aproveitamento de Rosana Jatobá em seus programas e jornais.

*Colaborou José Carlos Nery

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!