Coluna

Flávio Ricco

Copa do Mundo irá impulsionar ainda mais a venda de aparelhos de TV

Alexandre Schneider/Getty Images
Copa do Mundo é fator importante para aquecimento do mercado de venda de TVs Imagem: Alexandre Schneider/Getty Images
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

21/03/2018 00h06

É importante repercutir artigo publicado por Maria Cristina Frias, dia 18 passado, na Folha de São Paulo, sob o título “Venda de TVs deve crescer 22% com Copa, afirma consultoria”, baseado em trabalho da GfK, que audita o segmento.

Dados que atestam de maneira muito clara a preferência do consumidor em assistir TV da maneira tradicional, mesmo frente às diferentes formas hoje colocadas à disposição para o mesmo fim.

Em 2017 foram comercializadas 10,4 milhões de unidades, crescimento de 21% em relação a 2016 e neste último janeiro, mesmo sendo um mês em que as vendas tradicionalmente observam baixa, houve um aumento de 23%.

Impossível, em todo este cenário, ignorar a contribuição da Copa da Rússia. Só ela será responsável por uma alta de 8% no ano, de acordo com o mesmo texto e com o que afirma Gisela Pougy, diretora da consultoria.

Assim como não se pode desconsiderar o desligamento do analógico e a implantação do digital como outra condição importante para comercialização de novos aparelhos.

Por uma ou por outra os números são bem significativos.

Perspectivas
De acordo com levantamento feito pelo Ibope Inteligência, encomendado pelo Gired, grupo responsável pela implantação da TV digital no Brasil, em Manaus, mais de 90% dos domicílios ainda têm TV de tubo.
Isto demonstra o tamanho de mercado que existe pela frente para a venda de novos aparelhos.

Divulgação/Sportv
Marcelo Barreto comandará programa do SporTV durante a Copa Imagem: Divulgação/Sportv

Assunto Copa
A Copa do Mundo, do SporTV, ganhou alguns reforços que não estavam na sua lista inicial.
Marcelo Barreto foi incluído para dividir com André Rizek a apresentação de um programa no final de noite, com todo o resumo do dia. Algo nos moldes do “É Campeão”, da última Copa e das Olimpíadas, mas com outro nome.

Também em estudos
A direção do SporTV, também para este programa do final de noite, ainda irá definir quem serão os demais participantes.
A ideia é contar com alguns ex-jogadores e treinadores, brasileiros ou estrangeiros, além do casting da emissora.

E mais
O comentarista Raphael Rezende, que não constava na primeira lista, também foi confirmado para viajar.
E com a presença dele, serão formadas quatro equipes de transmissão, duas com três pessoas, uma formada por Milton Leite, Muricy Ramalho e Maurício Noriega e a outra,  Luiz Carlos Jr., Lédio Carmona e Roger Flores, além de duas duplas: Jáder Rocha e PC Vasconcellos e Júlio Oliveira e Raphael Rezende. Assim como aconteceu em 2014, os trios irão se revezar em jogos do Brasil.

Nada a ver
A Globo vem a público e informa que nunca passou na cabeça de ninguém a possibilidade de um remake da novela “A Próxima Vítima”, escrita por Silvio de Abreu, hoje diretor da Teledramaturgia.
Não existe rigorosamente nada sobre este assunto.

Bem no começo
Nem junho ou julho. A estreia de “Jesus”, substituta de “Apocalipse” na Record, ficou mesmo para agosto.
Os trabalhos de pré-produção, entre eles, processos de pesquisa, de entrevistas e procura de locações só agora tiveram início.

Maurício Fidalgo/TV Globo
Letícia Isnard e Joana Borges interpretam mãe e filha em "Malhação - Vidas Brasileiras" Imagem: Maurício Fidalgo/TV Globo

Investigação
Letícia Isnard (participação especial) e Joana Borges interpretam mãe e filha em “Malhação - Vidas Brasileiras”. Verena (Borges) será a segunda história a ser revelada, a partir desta quinta-feira.
Atleta de ginástica rítmica, ela começa a se ausentar das aulas sem justificativa aparente e a professora Gabriela (Camila Morgado) entra no caso.

Momento diferente
A Teledramaturgia da Globo também tem lá as suas peculiaridades. Como exemplo, duas das suas novelas em cartaz – “Malhação – Vidas Brasileiras” e “Orgulho e Paixão” – são baseadas em textos estrangeiros.
A primeira, de “30 Vies”, uma produção canadense, enquanto a outra, em obras da inglesa Jane Austen.

Sem fumaça branca
Ninguém deve esperar pela escolha de novo diretor de esportes na Band. Pelo menos, não tão cedo.
Por enquanto, só com a Liga dos Campeões e sem outros grandes eventos, a ordem é continuar como está, com todos os assuntos sendo tocados por quem já está lá.

Consertos necessários
"Melhor da Tarde", programa da Cátia Fonseca na Band, mesmo com a parte comercial atendendo tudo que dele se espera, vai sofrer alguns pequenos ajustes no seu formato.
Esses 20 e poucos dias após a estreia já são suficientes para saber o que funciona ou não.

Bate – Rebate
• Nelson Ishi, o “Japonês da Federal”, pela primeira vez vai dar uma entrevista em estúdio, sábado, 19h30, na Rede Brasil, programa do João Leite Neto.
• ESPN Brasil e Esporte Interativo, mesmo sem possuir direitos, terão representantes na Rússia para a cobertura da Copa do Mundo...
• ... A Band, por sua vez, não definiu nada a respeito. Não se sabe ainda se enviará um ou mais repórteres...
• ... E nem mesmo se haverá algum novo programa durante a realização do mundial.
• Datena está em Florianópolis, na companhia de dona Matilde, concentrado para a estreia do seu novo programa...
• ... Programa que em parte será gravado, mas que terá coisas ao vivo.
• Triste registro, a morte de Miguel Dias de Souza, presidente do Grupo Cidade de Comunicação, em Fortaleza...
• ... A TV Cidade é uma das principais emissoras da Rede Record, inclusive com departamento de jornalismo dos mais atuantes.
• Esqueceram do Zeca Camargo, ontem, na homenagem aos antigos apresentadores do “Vídeo Show”.

*Colaborou José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo