Topo

Coluna

Flávio Ricco

"Power Couple", do Gugu, tem menor audiência que "Power Couple", do Justus

Divulgação/Band/Record TV
Gugu Liberato entrou no lugar de Roberto Justus à frente do "Power Couple Brasil" Imagem: Divulgação/Band/Record TV
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL

01/06/2018 00h04

Levantamento feito com base em números do Ibope, o “Power Couple”, em cartaz, tem audiência menor que as suas duas edições anteriores, independentemente da mudança na sua forma de exibição.

Antes, duas vezes por semana, e agora, diariamente.

O primeiro, com Roberto Justus, levado ao ar em 2016, considerando os seus 20 episódios, fechou com 7,74 pontos.

Em 2017, o segundo, a mesma duração e ainda com Justus, a média final foi 7,47. Pequena queda se considerarmos que, na ocasião, ainda estava no auge o embate da Simba (Record, Rede TV! e SBT) com a TV paga.

Por último, o “PC” deste ano, apresentação diária, ao vivo e agora com Gugu, num momento muito bom no seu comando, a média de 25 programas é de 6,35, 15% inferior à do ano passado.

Se considerarmos a sua final tão próxima, possivelmente no dia 28, para não dizer que não existem, as perspectivas de uma mudança tão acentuada no quadro são bastante pequenas.

*Colaborou José Carlos Nery