Topo

Coluna

Flávio Ricco

Projeto da "Escolinha do Professor Raimundo" para cinema avança na Globo

Raquel Cunha/Globo
Ellen Rocche vive Dona Capitu na "Escolinha" Imagem: Raquel Cunha/Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

10/06/2018 00h06

Chegaram ao fim, terça-feira, as gravações da quarta temporada da “Escolinha do Professor Raimundo”, cujos episódios serão exibidos no Viva, em setembro, e na Globo, a partir de novembro.

O detalhe é que a diretora Cininha de Paula, antes de se despedir dos “alunos”, mandou um aviso que deixou todos bastante animados. “Vamos de cinema”, declarou ela. Portanto, o projeto vai mesmo ganhar cores e formas, via Globo Filmes.

Detalhes como data de filmagens e locações ainda não foram discutidos, mas o trabalho de roteiro caminha a passos largos. Quem está à frente de tudo, alguém com extensa folha de serviços prestados e reconhecidos, é Cláudio Torres Gonzaga.

A ideia para essa adaptação, com estreia prevista em 2019, é reunir o grupo atual, e por aí entenda-se Bruno Mazzeo, Gui Santana, Érico Brás, Ellen Rocche, Otaviano Costa, Marco Luque, Mateus Solano, entre outros. Tudo também passará a depender da disponibilidade de cada um desses artistas no período escolhido para os trabalhos.

Vai mexer

A “Escolinha”, os resultados comprovam, integra o pacote de sucesso dos programas de temporada, mas que não está imune a um desgaste ou outro.

Já se sabe, por exemplo, caso o Grupo Globo venha a confirmar uma quinta edição para a temporada de 2019, que haverá reforços no time de roteiristas. Tal carência consta no “pacote” de prioridades.

E aí?

Leandro Lima substituiu Sérgio Marone na terceira temporada do “Dancing Brasil”, da Xuxa, por causa das gravações de “Apocalipse”.

Mas, agora, quem vai gravar uma novela, no caso, “Jesus”, será o Leandro. Volta o Marone? A Record ainda não tem essa resposta.

Reprodução
José Roberto Burnier Imagem: Reprodução
No “clima”

O Grupo Globo considerou promover gente da própria GloboNews para o informativo que estreia dia 16 de julho, com exibição das 6h às 9h – este horário ainda poderá sofrer alteração ou simplesmente seguir, depois, com a reprise do “Bom Dia Brasil”.

Porém, ao optar por José Roberto Burnier, pesou esse momento de integração entre os canais do grupo, a junção de repertórios. Só que o Burnier, no caso, deixa a TV aberta para ficar exclusivo do canal de notícias.

Spin-off - 1 

Pelo menos dois trabalhos da TV Globo não confirmaram versões no streaming.

Projetos estes derivados de “Novo Mundo”, com roteiristas da novela, e “Malhação”, com Rosane Svartman.

Spin-off - 2

Enquanto isso, observa-se, recentes sucessos da indústria americana do streaming são derivados de grandes títulos do passado.

Casos de “Star Trek: Discovery” e “Perdidos no espaço”, da Netflix, e até mesmo “Cobra Kai”, do YouTube Red.

Também caiu

A ideia de produzir um filme sobre “Novo Mundo” também não avançou.

O pessoal já colocou uma pedra em cima, apesar de todo o sucesso da novela homônima.

Andando

A atriz Priscila Steiman, contratada como roteirista pela Globo, entregou sinopse para a faixa de “Malhação” e sua história tem grandes chances de vingar.

Não será nenhuma surpresa se, daqui a algum tempo, for anunciada como substituta de “Vidas Brasileiras”. Ela também escreverá um especial de fim de ano para a emissora.

Fila das seis

A Globo trocou a direção artística de “Filhos da Terra”, Amora Mautner por Gustavo Fernandez, porém, manteve Renato Góes no posto de protagonista.

O ator, vale lembrar, aos 45 do segundo tempo pulou fora de “Deus Salve o Rei”.

Primeira reunião

Nos próximos dias, vai acontecer a primeira reunião de Gustavo Fernandez com as autoras Thelma Guedes e Duca Rachid para discutir outros nomes do elenco.

Julia Dalavia é outra que permanece na lista de reservados para esta história.

Divulgação
Thais Lago Imagem: Divulgação
Continua

Depois de “Sangue Bom” na Globo e “Cúmplices de Um Resgate” no SBT, Thais Lago fez sua estreia no streaming, Netflix, na segunda temporada da série “3%”, sucesso lá fora.

Elisa, médica vivida pela atriz, também se garantiu na terceira temporada, ainda sem data de estreia.

Série

Com reportagem de Leandro Stoliar, Eduardo Ribeiro e Lúcio Sturm, estreia amanhã a série “A Caminho dos 100” no Jornal da Record, destacando que o envelhecimento populacional em nosso país ocorre em um ritmo acelerado.

Segundo o último Censo, em 2010 o Brasil tinha 24 mil brasileiros com mais de 100 anos. E as projeções mostram que até 2050, a população com mais de 80 anos vai crescer 27 vezes.

Bate – Rebate
• Pautas de saúde estão ganhando mais espaço no “Superpoderosas” da Band...
• ...Um tema sempre muito bem trabalhado pelo “Bem Estar”, das manhãs da Globo.
• Neste domingo o SporTV estreia o “Seleção Copa”, direto de Moscou com Marcelo Barreto e André Rizek, a partir das 13h...
• ...Mais precisamente depois do amistoso Brasil x Áustria, e com a inauguração do estúdio do canal.
• São muitos os projetos em estudo na Globo, incluindo um humorístico para as noites de quinta-feira...
• ...Noites de quinta onde Carlos Alberto de Nóbrega e sua “Praça”, no SBT, fazem muito barulho.
• “O Sétimo Guardião”, substituta de “Segundo Sol”, não vai abrir mão do humor...
• ...Aguinaldo Silva irá explorar esse aspecto em vários momentos da sua história...
• ...E em especial, com os personagens de Milhem Cortaz, um delegado, e seu fiel assistente, o Peçanha, papel de Felipe Hintze.
• O sucesso de “Poliana”, nova novela do SBT, é indiscutível, principalmente na praça de São Paulo...
• ...E mesmo não sendo protagonista, o fã-clube de Larissa Manoela continua muito atuante também nessa novela.

*Colaborou José Carlos Nery

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!