Topo

Coluna

Flávio Ricco

Reality do Gugu fica sem o Bira e pode sofrer novas perdas

Reprodução / Facebook
Ubirajara Penacho dos Reis, o Bira, no "Sexteto do Jô" Imagem: Reprodução / Facebook
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

18/06/2018 00h05

Lembra que aqui se falou na possibilidade do Bira, o baixo elétrico do Jô, participar como um dos jurados do “Canta Comigo”, novo reality do Gugu?

Então, uma forte crise de labirintite vai deixar ele de fora. Não teria como, nessas condições, aguentar tantas horas  diárias de gravação. O ritmo será dos mais intensos porque, em se tratando da locação da Vera Cruz, em São Bernardo do Campo, existe a necessidade de otimizar a utilização dos estúdios. Taxímetro correndo.

Isso é uma coisa...

A outra é que os trabalhos para a formação deste júri estão sendo dificultados pelas condições oferecidas pela Record e Endemol.

Os mais conhecidos, e o caso de doença do Bira é diferente, estão pulando fora, porque seriam obrigados a usar suas próprias roupas, não teriam transportes individuais a disposição e o cachê de R$ 5 mil, pago em três parcelas, não está convencendo uma boa maioria.

Vai daí que...
Tentando superar essas dificuldades, está havendo um esforço muito grande para fechar esse júri, do jeito que der, o mais rápido possível.

Entre os nomes que mais se destacam, estão o da ex-paquita Andréia Sorvetão, empresária Lilian Gonçalves, Pepê e Neném, Leandro do “KLB”, Sula Miranda, o ex-Travessos Rodriguinho e Carla Cristina, do “Xibom Bombom”.

Prazo de entrega
No início de julho, a Bandeirantes terá que desocupar toda a área frontal à sua sede em São Paulo.
O terreno, um quarteirão inteiro, foi negociado pela família Saad para a Tegra Incorporadora, antiga Brookfield.

Projeto
O projeto para toda essa área, no bairro do Morumbi, prevê a construção de três torres, algo anunciado como perfeitamente possível pela lei de zoneamento.
De acordo com a planta aprovada serão edificações residenciais e comerciais.

Sala de espera
Ainda em se tratando de Band, o produtor musical Rick Bonadio continua aguardando definições sobre o “The Legend”, talent-show anunciado em março, para produção ainda este ano.
Mas que até agora não saiu do papel.

Ajustes
Transformar um roteiro originalmente de novela em série de comédia requer uma infinidade de ajustes. Porém, Marcílio Moraes está chegando lá e deve entregar, ainda no mês que vem, sua “Pigmalião do Brejo” para a direção da Record.
Trabalho em 13 episódios, com a colaboração de Bosco Brasil, Renata Mizrahi, Dani Reule, Sylvia Palma e Eduardo Quenta.

Trabalhando na frente
A Globo segue com “Segundo Sol”. Na paralela, está iniciando a produção da substituta “O Sétimo Guardião” e já colocou “Troia”, da Manuela Dias, em processo de aquecimento.
Mesmo sendo a terceira da fila, o elenco vai começar a ser reservado. Além do Cauã e Taís Araújo, a escalação de Paolla Oliveira também aparece como muito possível.

Saia justa
Após exibição na Record, a série “Lendas Urbanas” vai para o catálogo da Netflix.
Isso, mesmo sem ninguém assumir, gerou um forte mal-estar interno, porque o lançamento da plataforma própria, a “PlayPlus” está previsto ainda para este ano.

Tudo indica
O próximo “Dancing Brasil”, da Xuxa, perigas de ser o último no Rio de Janeiro.
O velho plano de ser produzido em São Paulo caminha para acontecer já no começo do ano que vem.

Bruno Riodi
Imagem: Bruno Riodi

Cinema no rádio
Apresentadora do “Preview”, da Rede Telecine, Renata Boldrini também comanda um quadro diário na rádio Globo, “Que tal um cineminha?”, e às quintas-feiras  participa do “No Ar com Otaviano Costa”, às 9h20, ao vivo.
Em julho, Renata acompanhará a Comic Con, maior festival de cultura pop e gamer do mundo, em San Diego (EUA).


Trabalho pela frentre
A produtora Floresta já tem acertada a gravação de mais uma temporada do “Vai Fernandinha”, para o segundo semestre, no Multishow.
Fernanda Souza que, no dia 9 de julho, vai gravar valendo o primeiro “Só Toca Top”, com Luan Santana, nos estúdios da Globo.

Versões de um sucesso
“O segundo sol”, música de abertura da atual novela das nove da Globo, foi composta por Nando Reis e cadastrada no Ecad em 1999.
Marcada na voz de Cássia Eller e regravada agora pela banda Baiana System, possui nada menos que 37 versões, de acordo com a  empresa de arrecadação e distribuição de direitos autorais.

Bate – Rebate
• A animação do Galvão Bueno é própria de alguém em sua primeira Copa do Mundo...
• ... O que não é o caso dele, claro. Sem contar a de 1974, feita do Brasil, esteve em todas as demais...
• ... E, nada contra. Ao contrário. Digna até do melhor registro.
• Bruno Mazzeo continua tocando o roteiro da próxima temporada de “Filhos da Pátria”...
• ... Mas a Globo, oficialmente, ainda não se manifesta sobre início de produção...
• ... Bruno concluiu há pouco a nova temporada da “Escolinha”.
• ... Ainda no campo do humor, a Globo ainda não tomou qualquer decisão sobre o “Tá no Ar”...
• ... Se para ou continua no ano que vem...
• ... Nada, oficial, foi revelado até agora.
• Artista da Sony, Daniel Boaventura tem investido forte na carreira musical, mas sem abandonar o lado ator, principalmente nos palcos de São Paulo.

*Colaborou José Carlos Nery

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!