Topo

Coluna

Flávio Ricco

Como será o dia seguinte das TVs dependentes de igrejas?

Reprodução
Fiéis lotam culto da Igreja Universal em São Paulo Imagem: Reprodução
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

06/09/2018 00h06

Aqui neste espaço, dia 27 passado, no abre da coluna, a manchete: “IURD planeja diminuir seus espaços na Rede TV!, TV Gazeta e Canal 21”. Logo abaixo, a nota oficial da igreja: “A Universal não está diminuindo, e sim redistribuindo investimentos de TV em melhores canais e horários”.

E 48 horas depois o anúncio: “Após 16 anos, TV Gazeta rompe com a Igreja Universal”.

Num passado não tão distante assim, já existiu uma tentativa da Universal em comprar o Canal 21, e a Band até aceitou conversar. Só não chegaram a um acordo. De qualquer forma, desde 2013, a igreja se tornou praticamente dona do negócio e passou a ocupar todos os horários da sua programação. Antes já tinha feito a mesma coisa com a rede CNT, da família Martinez, do Paraná.

Na Rede TV!, por outro lado, trabalha-se com a certeza da permanência da IURD até janeiro, muito embora e como todo contrato de concessão de horários, existam cláusulas que amparem seu rompimento a qualquer momento, sendo esta a vontade de uma das partes.

Duas verdades, entre tantas outras, devem ser consideradas. Hoje, além de já possuir meios e canais suficientes, o enfraquecimento financeiro de uma boa maioria das igrejas neopentecostais também permite a IURD se dar ao luxo de gastar menos e escolher o que entende ser o melhor. Pobres das TVs que passaram a depender dela.

Fica a questão
Agora, diante dessa nova realidade, algumas igrejas em momento ruim e outras se dando ao luxo de escolher o que melhor entendem, como ficará a situação dessas tantas emissoras de rádio e TV que sobreviveram à custa delas esses anos todos?

A certeza é que não vai ter cavalinho sem pata pra todo mundo.

Outra situação
No que diz respeito à Rede 21, nada deve se alterar nos próximos tempos, pelo menos por parte da IURD.

Consultada sobre o assunto, a posição oficial é que a “Igreja Universal do Reino de Deus tem contrato em vigor com a Rede 21, por mais 5 anos”.

Por enquanto
São muitas e bem desencontradas as informações sobre o programa da Sabrina Sato, em 2019.

Data hoje, o certo é que não existe nada. Em nenhum momento, pelo menos até aqui, ela e a Record sentaram para conversar alguma coisa. A ideia de um formato fixo pode ser. Mas também pode não ser.

Raquel Cunha/Globo
Fabrício Boliveira como o Roberval de "Segundo Sol" Imagem: Raquel Cunha/Globo
Ou não?
A licença poética, presente nas novelas, permite passar por cima de tudo. Lógica e ordem natural das coisas nem sempre marcam presença. Tudo pode ser feito e aceito.

Mas será que nessa história do Roberval (Fabrício Boliveira), em “Segundo Sol”, não tem muito de “viagem” não?

Vamos tentar entender
Só nesses últimos dias, o Ministério da Justiça decidiu reclassificar a novela bíblica “Jesus”, da Record, por entender que ela está exibindo cenas de sexo e violência.

E “Até Deus Salve o Rei” – por favor, não ria – também mudou, 20 dias depois de sair do ar. Parece perseguição religiosa.

Mas não é por nada
Desde sexta-feira passada, tanto na hora do almoço quanto no começo da noite, a propaganda política obrigatória, aos olhos e ouvidos de todos nós tem apresentado coisas muito piores.

O festival do mau exemplo parece dos mais perigosos.

Também vai ter
“Minha Mulher que Manda”, quadro de sucesso da Eliana, em sua nova temporada também terá uma edição com famosos. Eles, na cozinha, orientados por suas esposas, preparando um prato escolhido pelo chef Carlos Bertolazzi.

O diretor Ariel Jacobowitz ainda não informa, mas já tem as “vítimas” escolhidas.

Cinema
Começaram as filmagens de “De Perto, Ela Não é Normal”, da Suzana Pires, com direção da Cininha de Paula.

Além da própria Suzana, o elenco dos mais numerosos, ainda tem Marcos Caruso, Heloísa Périssé, Cristina Pereira, Ivete Sangalo, Samantha Schmütz, Gaby Amarantos e Ricardo Pereira. Vai chegar aos cinemas no começo do ano que vem.

Comemoração
Olha só que interessante: o jogo Grêmio e Estudiantes, pela Libertadores, narração de Téo José e comentários de Osvaldo Pascoal, transmitido dia 28 pelo Fox Sports, quebrou recordes e se tornou o mais assistido da Pay TV em 2018, dentro do público-alvo entre homens de 18 a 49 anos.

Com o resultado, o Fox atingiu o triplo de audiência dos outros canais do segmento e o confronto também entrou para a história do canal como o de maior audiência da emissora.

Bate – Rebate

• Gugu e Record só devem conversar sobre novo contrato entre outubro e novembro...
• ... O compromisso atual termina em 31 de dezembro e a ideia das partes é não deixar para a última hora.
• SBT já tem confirmada a exibição de uma nova temporada do “Bake Off Junior”...
• ... Gravações no final deste ano para apresentar no começo do próximo...
• ... Os mesmos apresentadores da versão adulta – Nadja, Beka e Olivier – serão mantidos no infantil.
• Convidada para o elenco “Like”, nova versão de “Rebelde”, Maisa Silva está sendo representada por seu pai em toda a negociação...
• ... Já foram várias as conversas, mas só por telefone até agora...
• ... Os mexicanos, animados com a possibilidade, ficaram de vir ao Brasil nos próximos dias.
• Liberado pela Rede TV!, Silvio Luiz será entrevistado pelo Fábio Porchat na série dos 65 anos da Record...
• ... Só não marcaram a data ainda.

*Colaborou José Carlos Nery

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!