PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Globo planeja gravação de novela nas ruínas do Museu Nacional do Rio

O incêndio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro - REUTERS/Ricardo Moraes
O incêndio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro Imagem: REUTERS/Ricardo Moraes
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

05/10/2018 00h05

Em 2 de setembro, um domingo, as tristes imagens do incêndio que destruiu o Museu Nacional do Rio de Janeiro correram o mundo.

A maior parte do acervo foi atingida e o fogo só foi controlado por volta das 3 da manhã do dia seguinte, acarretando um prejuízo sem precedentes.

A operação de combate às chamas foi feita pelo batalhão de São Cristóvão com o apoio de mais onze quartéis da região, porém, os hidrantes estavam sem pressão no início da operação, o que prejudicou o trabalho. Os profissionais usaram bombas para sugar a água de um lago do entorno do museu, o mais antigo do país, fundado por Dom João 6º em 1818.

Dom Sabino (Edson Celulari) e Marocas (Juliana Paiva) em cena da novela "O Tempo não Para" - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Dom Sabino (Edson Celulari) e Marocas (Juliana Paiva) em cena da novela "O Tempo não Para"
Imagem: Reprodução/Instagram
Dito isto, surge a informação que a Globo está negociando com as autoridades responsáveis para gravar cenas da novela “O Tempo Não Para” nas ruínas do museu, movimentando o personagem de Edson Celulari.

Isso porque Dom Sabino, lá na primeira fase da história teria visitado o local e se encontrado com o imperador Dom Pedro II. Deve render uma cena emocionante, nos mesmos moldes da presenciada no filme “Titanic”, quando as lembranças de Rose (Glória Stuart) ganham vida.

A equipe da novela já está ciente do desejo de gravar nas ruínas do museu. Já a assessoria da Globo, consultada, diz que “não temos nada confirmado sobre isso”.

*Colaborou José Carlos Nery

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco