Topo

Coluna

Flávio Ricco


TV do Brasil precisa se livrar da dependência dos formatos de fora

Reprodução/Instagram/@officialmelb
A ex-Spice Girl, Mel B, jurada no programa "America's Got Talent". Sucesso lá fora, fracasso aqui. Imagem: Reprodução/Instagram/@officialmelb
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

2018-12-24T00:06:00

24/12/2018 00h06

A televisão, aqui no Brasil, está pagando um preço, e um muito preço alto, por ter cedido aos encantos dos produtores e agenciadores de formatos.

Triste e tenebrosa dependência, que uma boa maioria de emissoras não consegue mais se livrar, muitas vezes gastando o que não têm e sem conseguir de volta o que empregaram nessas compras.

Entre um ou outro raro acerto, são históricas as quebradas de cara. Quem não se lembra, por exemplo, o vexame da Band com o "X Factor"?  Ou "Got Talent", na Record?

Isto para ficar em dois conteúdos conhecidos ou consagrados. Assim como muitos.

A televisão do Brasil só se colocou entre as principais do mundo, porque desde o começo foi obrigada a se inventar e, diante das tantas dificuldades, criar uma própria identidade. Hoje, o que se vê, é que que ela perdeu muito da sua cara.

De se lamentar que, em vez de apostar ainda mais no talento e criatividade do profissional daqui, se observa o triste inverso. A capacidade de trabalhar e produzir é, a cada dia, menor e reduzida a números bem insignificantes. 

Está escolhido

Maurício Farias foi designado pela Globo para dirigir a próxima novela de Lícia Manzo.

Será a sua primeira na faixa das 9 da noite. "Em seu lugar" é o título provisório. E, pelo lugar dela na fila do horário, só deverá entrar em produção no início de 2020.

Reprodução/Globo
Luís Lobianco vem com novo trabalho no Multishow Imagem: Reprodução/Globo

Sinal verde

Luís Lobianco recebeu sinal verde do Multishow para tocar a produção do "Família em Férias".

O título é ainda provisório, mas revela bem o que esta sua nova série de humor pretende apresentar.

Uma próxima

A Globo já tem resolvida a gravação de uma outra temporada do "Sob Pressão". A terceira, com gravação e exibição no segundo semestre de 2019.

Além dos bons resultados conquistados aqui, é uma série com grande mercado lá fora.

Ficou para agora

Com a chegada do ano novo, o "Jornal da Record" terá um novo chefe de redação. Ou uma nova chefe.

O cargo está vago desde outubro, com a saída de Luciana Barcellos. Um assunto que o vice de jornalismo, Douglas Tavolaro, chamou para ele mesmo resolver.

Na direção do vento

SBT não pretende abrir mão das suas novelas na faixa da tarde. A audiência é sempre interessante. Briga bem com a Record.

Mas o que surpreende mesmo é o seu bom retorno comercial. Sempre no azul.

No prazo

"Dias Felizes", do Walcyr Carrasco, substituta de "O Sétimo Guardião", só agora em janeiro iniciará a sua produção mais intensa, mas tudo dentro dos prazos estabelecidos.

Hora e vez do trabalho preparatório com todo o elenco, para, só em fevereiro, a diretora Amora Mautner dar início às gravações.

Desafio

Ainda em torno de "Dias Felizes", há uma expectativa muito grande em torno de como o Walcyr vai trabalhar com um elenco formado por tantos atores tão bons e consagrados.

A sua capacidade será necessária para atender a todos com histórias e participações bem convincentes. Não será fácil.

Volta ao vivo

O "Domingão do Faustão" continuará inédito, sem reprisar nada, mesmo com toda a sua equipe já em férias. 

A volta do programa ao vivo está marcada para 27 de janeiro.

Linha de produção

A série "Segunda Chamada", de Julia Spadaccini e Carla Faour, também se inclui entre o que a dramaturgia da Globo têm programado para 2019.

Trabalho já aprovado por Silvio de Abreu e Glória Perez. Debora Bloch será uma das protagonistas.

Estevam Avellar/TV Globo
"Tá no Ar", com Marcelo Adnet, volta em janeiro Imagem: Estevam Avellar/TV Globo

Ele vai voltar

O militante revoltado, personagem de Marcelo Adnet no "Tá no Ar: a TV na TV", está garantido na sexta e última temporada do programa. 

Há a promessa de uma volta ainda mais afinada, com farta distribuição de críticas e em todas as direções. Nem a própria Globo vai escapar.

Programação

O "Repórter Record Investigação" voltará à grade de programação da Record em 14 de janeiro, novamente com apresentação de Domingos Meirelles.  

A temporada deve ser exibida até o fim de abril. 

Bate - Rebate

*    GloboNews já tem trabalho planificado para as posses em Brasília e nos estados no dia 1º de janeiro...
*    ... O esquema de plantão foi cancelado. Todos serão acionados neste trabalho.
*    Está divertido, com boa "química", o "casal" Flávia Alessandra e Milhem Cortaz em "O Sétimo Guardião"...
*    ... Assim como Marina Ruy Barbosa e Bruno Gagliasso, que sempre dão certo.
*     "Programa do Bial", também em férias, só voltará a ter edições inéditas em março.
*    Nesta terça, 7h45, o Viva exibe a missa de Natal celebrada pelo Papa Francisco.
*    Terminando "Espelho da Vida", Irene Ravache terá férias na Globo até "Éramos Seis".
*    Os mais de 400 programas do Fábio Porchat, na Record, com cerca de 800 entrevistas, mesmo ele saindo de lá, continuarão disponíveis no PlayPlus.
*    Dando tudo certo entre Joseval Peixoto e a TV Gazeta para a transmissão do "Desafio ao Galo", Cléo Brandão fará parte da equipe de transmissão...
*    ... Será sua volta ao esporte depois de um longo afastamento.

*    Colaborou José Carlos Nery