Topo

Coluna

Flávio Ricco


Produção de séries é uma realidade que TV nenhuma consegue escapar

Fábio Rocha/Globo
Leandra Leal e Taís Araújo, duas das protagonistas da série "Aruanas", produção da Globo Imagem: Fábio Rocha/Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

2019-01-14T00:06:00

14/01/2019 00h06

A programação contínua de séries, com suas produções a cada dia mais aceleradas, contrastam totalmente com uma época que a televisão já viveu.

De acordo com o pensamento de então, os trabalhos com curta duração não compensavam os necessários investimentos operacionais, técnicos e artísticos.

Daí a opção, no campo da dramaturgia, pelas novelas, que sempre se pagavam ao longo dos seus cento e tantos ou até mais de duzentos capítulos.

O tempo passou, o mundo mudou e não foi mais possível continuar naquele passado. Mais que simples tendência, foi necessário se adaptar a uma nova realidade e o que se observa hoje é que este é um mercado, mais do que nunca, em evolução. 

E que não tem mais como parar.

A opção por parcerias, em função das vantagens e incentivos oferecidos, também se transformou numa alavanca das mais relevantes, contribuindo de maneira bem importante para o nivelamento por cima.

Pelo menos no que diz respeito às três principais redes, umas mais e outras menos, esta é uma realidade que ninguém mais consegue escapar. 

Bom para a televisão, bom para o mercado.
 
Em cima disso
 
A ideia da Globo em reunir alguns dos seus principais autores na série "Os Experientes", em formato de exibição como foram os "casos especiais" no passado, também é um trabalho a ser destacado.

Iniciativa que só deve apresentar um resultado bem interessante.
 
E tem mais
 
Além de "Os Experientes", a Globo já tem outros tantos trabalhos em desenvolvimento.

Também vai fazer "Desalma", de Ana Paula Maia; "Aruanas", segunda temporada, de Estela Renner e Marcos Nisti; "Eu, a vó e a boi", de Miguel Falabella, e "Shippados", de Alexandre Machado e Fernanda Young. Tudo isso além de "Ilha de Ferro - Parte 2", de Mauro Wilson e a segunda temporada de "Pais de primeira", de Antônio Prata.
 
Repercussão
 

O fim do "Vídeo Show" - e hoje será o primeiro dia sem ele - é uma discussão muito presente e com opiniões ainda bem divididas.

Só o tempo dirá se a Globo acertou, errou ou se houve precipitação.
 
Mas por que não?
 
O "Vídeo Show", como produto, ainda que com seus 35 anos de vida, sempre foi considerado um achado. Deu cria a tantos outros no mesmo gênero.

Será que, em vez de tirar do ar, a exibição de uma edição semanal, aos sábados, depois do "Hoje" e no lugar das reprises, não seria para a programação uma alternativa mais interessante?
 
Além fronteiras
 
Até em Portugal, onde novelas e outros produtos da Globo fazem muito sucesso, a notícia sobre o fim do "Vídeo Show" causou surpresa e comoção entre pessoas do meio.

Também por lá, estão todos tentando entender.

Reprodução/Instagram/@sophiaabrahão
Depois da bancada do "Vídeo Show", Sophia Abrahão deve voltar para a dramaturgia da Globo Imagem: Reprodução/Instagram/@sophiaabrahão

O destino de Sophia
 
Sophia Abrahão se manteve intocável no "Vídeo Show" porque havia se comprometido a respirar a carreira de apresentadora. Não misturar estações. Ficou inclusive "desligada" da dramaturgia. 

Agora, vai retomar a vida de testes para novelas.
 
Fábrica

O canal Off marcou para dia 18, 9 da noite, a estreia da 14ª temporada do "Brazilian Storm".

A nova edição do programa dará destaque aos principais surfistas brasileiros e mostrará o motivo de o litoral paulista ser uma fábrica de campeões. Gabriel Medina, um deles, se tornou bicampeão mundial em dezembro.
 
História da criação

A equipe de "Gênesis", após mudanças solicitadas no roteiro, agora está às voltas com o capítulo 25 da novela. O projeto é liderado por Gustavo Reiz.

Sobre este trabalho, quem vive o dia a dia da Record afirma que não é preciso ter pressa. É uma estreia prevista apenas para meados do ano que vem.

Um desastre

Os custos da Florida Cup devem ser muito altos, com organização do torneio e as presenças de equipes europeias e brasileiras.

Desta vez, no entanto, falharam, e falharam feio, na escolha da produtora que gerou os jogos. No primeiro dia, quinta-feira, já foi muito ruim, mas no sábado conseguiram apresentar um trabalho ainda pior.

Tensão

Vários contratados da TV Gazeta estão preocupados com um desanimador "noticiário" nos seus bastidores.

Fala-se em uma nova onda de demissões para esta semana.

O mais estranho em tudo isso, é que depois de tantas  e seguidas dispensas, a Gazeta está com seus quadros bem enxutos. Cortar, mais, onde?!

Divulgação
Ana Paula Padrão vem aí com mais um "MasterChef" na Band Imagem: Divulgação

Calendário
 
A Band já se prepara para dar início às gravações do próximo "MasterChef".

Os trabalhos vão começar oficialmente no dia 4 de fevereiro.

Bate - Rebate

*    "O Tempo Não Para" entrou na sua reta final de gravações...
*    ... Até o fim da semana que vem, de acordo com os cálculos da sua equipe, os trabalhos estarão totalmente concluídos...
*    ... No ar vai até o dia 28.
*    Márcia Goldschmidt passou uma tarde inteira na Band, semana passada...
*    ... Foi com a família toda...
*    ... Esteve com o dono Johnny Saad, entrou no programa do Datena, mas só isso...
*    ... Nada foi tratado ou existe sobre o seu retorno.
*    Após alguns trabalhos no SBT, o jovem ator Filipe Bragança chega à Globo...
*    ... Ele foi aprovado para o elenco de "Órfãos da Terra", próxima novela das seis, e viverá um personagem que é fera em computadores...
*    ... Também será o melhor amigo de um refugiado congolês.  

 *Colaborou José Carlos Nery