Topo

Coluna

Flávio Ricco


Plano de novelas mais curtas já está implantado na Globo

Estevam Avellar/TV Globo
Elizabeth Savala e Vanessa Giácomo nos bastidores de "O Sétimo Guardião" Imagem: Estevam Avellar/TV Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

2019-01-29T00:05:00

29/01/2019 00h05

Uma das iniciativas mais importantes de Silvio de Abreu à frente da teledramaturgia da Globo é a de limitar a duração das novelas.

Algo que vinha sendo prometido, anunciado e agora colocado em prática.

Foi-se o tempo das produções a perder de vista, as que os autores sabiam como começar, até planejavam o final, mas tinham sérias dificuldades de armar o meio do caminho. Daí o que viemos a conhecer como "barrigas", que se ainda não foram totalmente exterminadas, são aplicadas em doses menores. 

E bem mais suportáveis.

Por exemplo, em "O Sétimo Guardião", Aguinaldo Silva está trabalhando com o total de 161 capítulos, número próximo da sua antecessora, "Segundo Sol", 155, que em se tratando da faixa das 9h da noite é bem inferior ao que se praticava no passado.

Só para traçar uma linha de comparação, "Império", trabalho anterior do próprio Aguinaldo, exibida entre os anos de 2014 e 2015, foi a 203. 

Uma medida que a Globo agora estende a todos os horários, levando em conta uma série de fatores, entre os principais, data de estreia, período de exibição, tempo de promoção e tamanho da história. 

Temperatura máxima

Tem apresentadora do primeiro time do jornalismo da Record tomando conhecimento da escala pela camareira.

Alguma coisa está errada.

Geografia

Na intensa cobertura da GloboNews na tragédia de Minas Gerais, nem sempre as coisas saem direitinho.

O operador dos caracteres, na tarde de domingo, trocou Brumadinho por Grumadinho. Errou por uma letra e em uma linha do teclado.

Paraquedas

Tragédias tão dolorosas como a de Brumadinho acabam surpreendendo a todos.

Inclusive uma boa parte de repórteres encarregados da sua cobertura. Daí, em muitos casos, a desinformação e o despreparo nas entrevistas, muitas vezes sem saber o que perguntar - houve quem questionasse um bombeiro "se rastrear o fone de quem estava soterrado não era quebra de sigilo?". 

Repercussão

A implantação da CNN Brasil foi destaque em algumas publicações internacionais.

A AFP - Agence France-Presse - deu em manchete que o "Lançamento da CNN Brasil impactará o mercado de notícias da televisão brasileira".

Será que é bom?

A Globo resolveu não transmitir jogos dos campeonatos regionais às quartas-feiras. Direito dela. O horário estabelecido, das 9h da noite, compromete a sua programação.

Mas colocar filme será que é a melhor opção? Passa sempre a impressão de tapa-buraco.

Reprodção/Record TV
Flávio Galvão está no elenco de "Jezabel" Imagem: Reprodção/Record TV

Segunda turma

Na noite de domingo, a Record embarcou uma segunda comitiva de atores para gravações da série "Jezabel" no Marrocos.

Flávio Galvão e Fernanda Nizzato entre eles.

Oxigênio puro

Mais uma edição da feira Natpe, realizada em Miami, foi em frente e, ao contrário do que se imaginava, revelou o aquecimento do mercado, turbinado pelas plataformas de streaming. 

Também chamou atenção a presença de altos executivos de canais.

Da nossa parte

Do Brasil, na Natpe, a se destacar a apresentação do Grupo Globo, via Carlos Henrique Schroder, falando sobre a reorganização de estrutura para produzir conteúdo original para todas as suas plataformas. 

Ao seu lado, os principais executivos, como Paulo Marinho, Roberto Marinho Neto, João Mesquita, Mônica Albuquerque, Silvio de Abreu, Alberto Pecegueiro, entre outros.

Produtoras 

Foram poucas as produtoras brasileiras que visitaram a Natpe, este ano. Formata, Medialand e Mixer Films enviaram representantes. 

Como conclusão a todo esse balanço, a atenção dada pelo Grupo Globo à feira provavelmente levará as outras TVs brasileiras a também se movimentarem.  

Reprodução/Instagram
Globo ainda não tem uma posição se Fernanda Lima voltará ou não no próximo "Popstar" Imagem: Reprodução/Instagram

Tem tempo

Consultada, a Globo diz que "ainda é cedo" para falar sobre a próxima temporada do reality musical "Popstar".

Fica, portanto, a expectativa se a apresentação vai continuar com Taís Araújo ou se poderá acontecer o retorno de Fernanda Lima. 

Bate - Rebate

*    A história de vida de Adele Fátima, uma das mais conhecidas "mulatas do Sargentelli", vai virar filme...
*    ... Roteiro de Thiago Vilard e direção de Marcus Dartagnan.
*    Direção da Rede TV! deve decidir mudanças na programação nesses próximos dias...
*    ... As mais importantes poderão se concentrar na faixa da manhã.
*    Tem gente trabalhando para que a Band volte a transmitir a Série B do campeonato brasileiro ainda este ano...
*    ... Um estudo a respeito, com as vantagens que esta iniciativa poderá oferecer, está nas mãos da sua direção.
*    Em compensação não são das mais animadoras as notícias sobre o BandSports...
*    ... O canal, já esvaziado em muitos dos seus setores, corre o risco de ter reduzida a produção "ao vivo" da sua grade de programação.
*    Cada vez mais os autores incluem cenas externas, para dar "respiro" às novelas...
*    ... E quem acaba sofrendo literalmente são as equipes e em especial os atores, com figurinos invernais....
*    .... Para o pessoal, no Rio, em se tratando de Globo e Record, não está nada fácil. 

*Colaborou José Carlos Nery