Topo

Coluna

Flávio Ricco


"Enriquecedor", diz estrela portuguesa, sobre gravar na Amazônia

Joana de Verona, a estrela da novela portuguesa "Ouro Verde", nasceu no Brasil - Rui Carvalho
Joana de Verona, a estrela da novela portuguesa "Ouro Verde", nasceu no Brasil Imagem: Rui Carvalho
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

25/06/2019 00h05

Joana de Verona é a protagonista de "Ouro Verde", novela portuguesa, da TVI, que estreia em julho na Band em substituição à turca "Minha Vida".

A atriz fala à coluna sobre a expectativa da trama no Brasil, ganhadora do prêmio Emmy Internacional em 2018.

"Espero que a história seja bem recebida. Foi muito especial fazer essa novela que trata da relação entre Portugal e Brasil, mais precisamente entre Lisboa e Manaus. Quando comecei a gravar, tive um entusiasmo não só pela história em si, mas por poder também fazer essa ponte, ainda mais sendo uma atriz luso-brasileira", declara Verona.

Ela nasceu no Maranhão e foi para Portugal aos nove meses de idade.

"É legal me conectar com os dois países através do meu trabalho. Ainda tive a sorte de contracenar com Zezé Motta no meu núcleo, que interpreta minha quase avó na história. O enredo gira em torno de Bia, uma ativista ecológica defensora de causas humanitárias. Com isso aprendi bastante sobre todos esses temas, foi enriquecedor viver a personagem. Amei estar entre os índios, nadar com os botos, mergulhar no rio Negro... Espero que o público goste. Guardo esse projeto com muito carinho", conclui a estrela.

Vale ressaltar que o lançamento da novela "Ouro Verde" também ocupa posição de destaque na ordem de prioridades da Band. Há, em torno do que esta produção portuguesa poderá oferecer de resultados, uma expectativa das mais interessantes.

*Colaborou José Carlos Nery