Topo

Coluna

Flávio Ricco


Troca de Monalisa Perrone por Kovalick não altera audiência do "Hora 1"

Roberto Kovalick agora está à frente do "Hora 1" - Divulgação/Fabio Rocha
Roberto Kovalick agora está à frente do "Hora 1" Imagem: Divulgação/Fabio Rocha
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

16/09/2019 00h05

O "Hora 1", da Globo, no aspecto audiência, não sofreu qualquer oscilação na recente troca de apresentadores, saída Monalisa Perrone e a chegada de Roberto Kovalick.

No Rio, na primeira semana sob o comando de Kovalick, a média do "Hora 1" foi de 6 pontos, um ponto a mais (20%) que a média do telejornal nas quatro semanas anteriores.

Neste mesmo período, a média de participação foi de 49%, ou seja, a metade das TVs ligadas no horário estava sintonizada no jornal.

Já em São Paulo, foram mantidos os cinco pontos de média das quatro semanas anteriores.

Na quarta-feira, dia 11, o "Hora 1" igualou seu recorde de audiência do ano nas duas praças, com 7 pontos no Rio e 6 em São Paulo.

O resultado prova, em primeiro lugar, que a troca realizada não encontrou qualquer rejeição; e, por outra, prevalece o interesse do público em receber conteúdo jornalístico inédito e de boa qualidade no horário.

*Colaborou José Carlos Nery

Mais Flávio Ricco