Topo

Coluna

Flávio Ricco


Nova mudança: "Alarma TV" agora vai para as madrugadas de domingo

"Alarma TV", um "jornal de horror", que o SBT insiste em manter na sua programação - Reprodução
"Alarma TV", um "jornal de horror", que o SBT insiste em manter na sua programação Imagem: Reprodução
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL

04/10/2019 11h56

Silvio Santos mandou trocar novamente o horário de exibição do "AlarmaTV".

Depois dos resultados muito ruins alcançados na estreia de terça-feira, com a exibição do programa no começo de noite, e uma repercussão ainda mais negativa no deslocamento para a faixa das manhãs, uma nova mudança acaba de ser determinada.

Dos males, o menor, a partir de agora o "Alarma TV" será levado ao ar nas madrugadas de domingo, 3h da manhã.

O bom seria sumir com este produto de uma vez, mas não deixa de ser uma forma de escondê-lo em um horário, onde o número de ligados é bem reduzido.

Como bem colocou uma reportagem do UOL no dia de ontem, não pegou bem a decisão da emissora em apresentar o polêmico "Alarma TV" logo pela manhã.

O SBT decidiu colocar o "programa" no ar antes do infantil "Bom Dia & Cia", e a escolha revoltou a web. No Twitter, os usuários não pouparam críticas ao canal.

Muitos se revoltaram com o horário e, principalmente, com o conteúdo, explorando desastres, acidentes e piadas de cunho sexual.

E conforme noticiado neste espaço, a direção do SBT tentou evitar, de todas as maneiras, o lançamento do "Alarma TV", anunciado como "revista popular", mas que não passa de um telejornal de mau gosto, exibido com algum sucesso para o público hispânico dos Estados Unidos.

Prevaleceu, porém, a vontade do dono, Silvio Santos. Por ter comprado o programa, ele queria porque queria colocá-lo no ar. E colocou.

Formatos apelativos como o "Alarma TV", este com conteúdo extremamente inconveniente, num primeiro instante chegam a despertar a curiosidade de uma parte do público.

Mas são sempre desastrosos os seus resultados na parte comercial. E o SBT, diante dos tantos cortes que vem realizando, parece que não está no momento de rasgar dinheiro. Depois da fracassada estreia na terça-feira, a partir desta quinta, o programa passou a ser exibido às 10h30, antes dos desenhos, e agora muda novamente na grade.

*Colaborou José Carlos Nery

Flávio Ricco