Topo

Coluna

Flávio Ricco


Comemorativo, "BBB20" será diferente de tudo que a Globo já produziu

Tiago Leifert na final do último "BBB". O próximo tem promessa de surpresas. - Reprodução/TvGlobo
Tiago Leifert na final do último "BBB". O próximo tem promessa de surpresas. Imagem: Reprodução/TvGlobo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

07/10/2019 00h06

A Globo, como grande proposta para 2020, deseja apresentar o próximo "Big Brother Brasil" diferente de todos que já fez até hoje, por se tratar de uma edição comemorativa. O objetivo está relacionado ao fato de ser, número redondo, a 20ª temporada. Desafio colocado.

As inscrições para o programa foram encerradas, com uma procura muito acima do normal. Neste momento, mesmo que num ritmo ainda tranquilo, alguns trabalhos estruturais já começam a acontecer. A partir de novembro, serão acelerados todos os processos.

Período festivo à parte, o "BBB", como se sabe, possui uma importância enorme para a Globo em todo início de temporada, não apenas na parte comercial, mas também como alavanca de grade. Mexe com o antes e o depois de toda a programação. E sempre chega a resultados ainda mais auspiciosos, quando a entrega de horário se dá com uma novela de sucesso.

Não por acaso a Globo convocou uma tropa de choque das mais respeitáveis para "Amor de Mãe", substituta de "A Dona do Pedaço", a começar por Adriana Esteves.

Futuro

O trabalho da Band digital, coordenado por André Luiz Costa, em sua fase inicial, vem observando avanços bem importantes.

Já tem toda uma moçada envolvida, para aliar juventude e experiência ao novo projeto.

Débora Falabella como Nina em‘"Avenida Brasil" - Divulgação
Débora Falabella como Nina em‘"Avenida Brasil"
Imagem: Divulgação

Muito barulho

Nesta segunda, depois da "Sessão da Tarde", a Globo vai iniciar a reprise de "Avenida Brasil" no "Vale a Pena Ver de Novo".

E, na sequência, levar ao ar a última semana de "Por Amor". Especialistas em programação entendem que este movimento poderá exercer forte influência na audiência de toda a faixa da tarde.

Imparável?

A ideia na Globo é não mexer em time que está ganhando, no caso, o atual grupo de técnicos do "The Voice Brasil", cuja formação agradou bastante. Porém, se Michel Teló conquistar o hexa em 2020 e se tornar um "fora de série", acredita-se que uma mudança irá ocorrer para o ano seguinte.

Na base da brincadeira, Teló é visto como um "problema"... para os demais técnicos.

Passo seguinte

A equipe de produção que cuidou do "The Voice", a partir de hoje passa a respirar a nova edição do reality show musical "Popstar".

O programa volta ao ar dia 27 de outubro com apresentação de Taís Araújo.

Direto no caixa

O acordo do Netinho de Paula com a Rede TV! para o programa que será levado ao ar a partir do próximo dia 20, é o de compra de horário. Um acerto direto com o departamento comercial.

A produção será de inteira responsabilidade do artista.

Problema sério

Netinho de Paula à parte, para a Rede TV!, o domingo é um sagrado dia de descanso.

Entre algumas poucas reprises e os muitos horários terceirizados, a primeira produção própria só vai ao ar às 6h da tarde, "A Melhor Viagem", do Mário Frias.

Érica Reis apresenta o "Leitura Dinâmica" - Divulgação
Érica Reis apresenta o "Leitura Dinâmica"
Imagem: Divulgação

Pior ainda

O jornalismo da Rede TV!, então, tem uma situação ainda mais tenebrosa. Fecha as portas no sábado, com o "Rede TV News", às 21h30, e só na segunda-feira, 19h25, volta a dar sinais de vida. Fica dois dias sem dar notícia.

O mundo deve parar de girar enquanto isso

Dezembro

A Record começa a montar sua programação especial de fim de ano.

Já estão garantidos musicais como Michael Bublé e "Tributo a Elvis Presley"; "O Figurante", humor, estrelado por Eri Johnson e Pérola Faria, e um "Dancing" com a Xuxa.

Clube da Esquina

A série documental "Milton e o Clube da Esquina", em seis episódios, será exibida no Canal Brasil a partir do dia 24 de janeiro do ano que vem.

Dirigida por Vitor Mafra, integrantes do icônica movimento musical liderado por Milton Nascimento se reúnem em um estúdio para relembrar a carreira e regravar músicas do Clube da Esquina. A conversa é amarrada por Gabriel Leone, com as participações de Seu Jorge e Samuel Rosa.

Cabocla

A partir de hoje, às 15h30, o canal Viva estreia a novela "Cabocla", criada por Benedito Ruy Barbosa (1979) e inspirada no romance homônimo de Ribeiro Couto.

Em 167 capítulos, foi ao ar entre maio e novembro de 2004. No elenco Tony Ramos, Mauro Mendonça, Patrícia Pillar, Eriberto Leão, Otávio Augusto, Malvino Salvador, Regiane Alves, Danton Melo, Vanessa Giácomo e Daniel de Oliveira, entre outros.

Bate - Rebate

* Tiago Abravanel participou das gravações de "A Praça é Nossa", contracenando com Marlei Cevada. Vai ao ar na próxima quinta-feira...
* ... Para promover o lançamento do "Famílias Frente a Frente" ele deve participar de todos os programas do SBT
* Lúcio Sturm gravou piloto como apresentador dos boletins do "Jornal da Record"...
* ... Outros repórteres também serão testados.
* Por uma questão de agenda, Marcelo Tas será ausência notada no "Teleton".
* Próximo lançamento do cantor Daniel será feito no "Altas Horas", dia 19.
* Em "A Arte do Encontro" do Canal Brasil, inédito, 22h, nesta segunda, Tony Ramos conversa com Miguel Falabella.
* O "Fofocalizando"(SBT) dispensou 3 profissionais nos últimos dias. Dois repórteres e uma produtora...
* ...E justo no momento em que precisa de toda ajuda para brigar por melhores resultados de audiência...
* ... O problema é que o mesmo enxugamento se dá em todas as outras produções de programas do SBT...
* ... Nenhuma, até agora, conseguiu escapar.

*Colaborou José Carlos Nery

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado na primeira versão do texto, o Clube da Esquina não foi uma banda, e sim um movimento musical. O erro foi corrigido.
A primeira versão do texto informou incorretamente que Cabocla foi ao ar em 1994. Na verdade a nova foi exibida em 2004. O erro foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco