Topo

Coluna

Flávio Ricco


Carta de despedida: o adeus do melhor amigo do Gugu

Homero Salles e Gugu Liberato em foto tirada no condomínio de Celebration,  - Arquivo pessoal
Homero Salles e Gugu Liberato em foto tirada no condomínio de Celebration, Imagem: Arquivo pessoal
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

26/11/2019 11h23

Resumo da notícia

  • "Viva a Noite" tinha três apresentadores
  • Gugu deixou a faculdade de odontologia para trabalhar como produtor
  • Homero Salles explica por que não virá ao Brasil

Muitos têm procurado manifestar carinho e amizade pelo Gugu Liberato. Poucos, no entanto, foram tão próximos a ele, e durante tanto tempo, como Homero Salles.

Homero foi seu diretor no "Viva a Noite", lançado pela TV S, em 1982.

A ideia do programa foi da argentina Nelly Raymond. O título compreendia a produção de três quadros: "Noite de Mistério", com Jair de Ogum; "Festival Internacional da Canção", com Ademar Dutra e "Hoje Quem Dança é Você", com o Gugu.

Homero, que antes já tinha colocado Gugu para participar da transmissão do concurso Miss Brasil, realizado no ano anterior, mostrou a fita para Nelly:

"E ela gostou. Ele estava muito bonito e se saiu muito bem".

Só que a proposta dos três quadros durou poucos meses. Primeiro foi diminuído para dois e, em seguida, só ele ficou.

Homero e Gugu tornaram-se amigos desde aquele tempo. Ou desde 1979 quando eram produtores juntos. Gugu, na ocasião, deixou a faculdade de odontologia. E de lá até agora nunca mais se separaram.

Embora, já há algum tempo morando em Portugal com a família, Homero foi um dos primeiros a viajar para os Estados Unidos e está lá desde quinta-feira, prestando todo apoio à família.

Porém, partiu dele a decisão de não vir ao Brasil para acompanhar o velório e sepultamento. A despedida do amigo aconteceu, nos derradeiros momentos da vida dele, nos trinta minutos que estiveram a sós em sua última visita à UTI.

Homero colocou em uma mensagem, os motivos da sua decisão:

Homero Salles, amigo e diretor do Gugu durante 40 anos, pediu espaço a coluna para divulgar o seguinte texto:

Estive desde o primeiro dia aqui em Orlando, dando suporte a família do Gugu, tentando entender os desígnios de Deus e totalmente inconformado com essa fatalidade.

Quem conheceu nossa amizade sabe o que estou passando. Não preciso dizer nada...

Consegui estar ao seu lado ainda com um sopro de vida e tive o privilégio de poder despedir-me, sozinhos no quarto do Hospital, onde pude dizer o quanto o amava e a falta que ele vai fazer em minha vida...quisera eu, que fosse mais uma conversa e não um triste monologo.

Esses momentos a sós, foram a minha dolorosa despedida...

Era mais que um amigo partindo...era a pessoa com quem mais conversei em minha vida, meu parceiro de milhares de horas de trabalho e outras milhares de horas de convívio, viagens maravilhosas com nossas famílias, momentos inesquecíveis e conversas intermináveis.

Não tenho mais lágrimas para derramar e não tenho a força de sua mãezinha, Maria do Céu, que aos 90 anos, consegue com seu exemplo firme e forte, manter a família de pé, para ir ao seu funeral...eu ficarei agora de longe, na retaguarda, como sempre estive e orando muito para que ele tenha a paz que merece e que o Senhor Jesus o acolha em seus braços.

Adeus Gugu e como você sempre dizia... - vamos falando ...

*Colaborou José Carlos Nery

Blogueiros do UOL falam sobre a morte de Gugu

UOL Entretenimento

Flávio Ricco