PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


TV Gazeta chega aos 50 anos sem muito para comemorar

Imagem
Imagem: Imagem
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

25/01/2020 00h05

Resumo da notícia

  • Em seu surgimento foi considerada emissora modelo
  • Entre outros, Galvão, Cleber e Fausto começaram na TV Gazeta
  • Programação atual está longe de atender as necessidades

Inaugurada em 25 de janeiro de 1970, depois de superar muitas dificuldades e até questões políticas, a TV Gazeta veio com a proposta de ser a televisão de São Paulo.

E foi, por muito tempo, um modelo de emissora. Instalada em prédio próprio na avenida Paulista, recebeu o que, na ocasião, existia de melhor em equipamentos e unidades - na época chamados de caminhões - de externas que nem mesmo as redes mais poderosas possuíam.

Galvão Bueno - Instagram - Instagram
Galvão Bueno
Imagem: Instagram

Foram inúmeros os valores revelados na Gazeta ao longo de muito tempo. Ou que lá deram os seus primeiros passos na televisão. Galvão Bueno, Serginho Groisman, Astrid Fontenelle, Fausto Silva, Cleber Machado, Joelmir Betting e Amaury Junior foram apenas alguns.

A Gazeta também se destacou por realizações que fizeram história. "Clarice Amaral em Desfile" deu origem ao "Mulheres" que existe até hoje, assim como as suas mesas esportivas e tantos outros.

Um passado longe de combinar com a realidade.

Hoje a sua programação basicamente foi limitada a uma maratona de programas femininos. Não falta culinária e nem fofocas requentadas sobre o mundo dos famosos.

Os seus dois programas esportivos se resumem aos quatro grandes times paulistas e o jornalismo, depauperado frente a tantos cortes, praticamente não produz material próprio. O telejornal diário utiliza imagens e fotos de outros veículos e as "reportagens" nunca extrapolam as dependências da Fundação Cásper Líbero, como observa o leitor Celso Nobuo.

A TV Gazeta chega aos seus 50 anos de vida sem uma identidade. A certeza é que "A imagem de São Paulo", como foi no começo, há muito tempo se perdeu pelo caminho.

* Colaborou José Carlos Nery

Flávio Ricco