PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Globo vai exibir Fina Estampa, que teve José Mayer, no lugar de Amor de Mãe

José Mayer fez parte do elenco de FIna Estampa - Divulgação
José Mayer fez parte do elenco de FIna Estampa Imagem: Divulgação
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

16/03/2020 17h00

Resumo da notícia

  • Novela de Aguinaldo Silva foi a escolhida para o lugar de Amor de Mãe
  • José Mayer é um dos destaques do elenco
  • Novela foi exibida entre 2011 e 2012
  • Totalmente Demais, com Marina Ruy Barbosa, entrará no lugar de Salve-se Quem Puder

A Globo decidiu exibir um compacto de "Fina Estampa", novela de Aguinaldo Silva, no lugar de "Amor de Mãe" a partir do dia 23 de março.

Conforme informado, a Globo decidiu cancelar as gravações de todas as novelas por causa do avanço do coronavírus e recorrer a reprises.

"Fina Estampa" reúne no elenco Lília Cabral, Dalton Vigh, Christiane Torloni, José Mayer, Caio Castro, Malvino Salvador, Sophie Charlotte, entre outros. Foi exibida originalmente entre 22 de agosto de 2011 e 23 de março de 2012.

Aguinaldo Silva - Foto: Globo/ Cesar Alves
Aguinaldo Silva
Imagem: Foto: Globo/ Cesar Alves

A escolha por uma novela de Aguinaldo Silva, que deixou a Globo após 50 anos, não surpreende. Ele realizou diversos sucessos para a emissora.

Aguinaldo falou há poucos minutos com a coluna sobre a escolha de "Fina Estampa" para o lugar de Amor de Mãe, em função das alterações na grade da Globo provocadas pelo Coronavírus.

"'Fina Estampa' é uma novela sobre superação. Fico feliz que ela tenha sido escolhida pela emissora para ser exibida nesta hora tão difícil para todos nós.

A protagonista Griselda é uma mulher de força de vontade inquebrantável. É forte e plena de esperança como temos que ser agora", conta o autor.

A trama conta a história de Griselda da Silva Pereira, vivida por Lília Cabral. Para sobreviver e criar seus filhos, ela passou a fazer uma das únicas tarefas que havia aprendido fora do serviço doméstico: mecânica.

Griselda conserta de tudo um pouco, desde trocar pneus, a mexer com eletricidade ou reparos em eletrodomésticos, fazendo pequenos serviços de casa em casa, sempre usando um macacão de oficina. Era conhecida como marido de aluguel ou Pereirão por seus serviços.

Sobre a personagem, Lília Cabral disse que ela ensinou muita coisa para quem acompanhou a trama e trouxe reflexão para os atores. "Eu só aprendi com ela, sempre. Aprendi com os valores dela, assim como o Brasil inteiro", declarou a atriz, à época.

Mayer, que fez um dos principais papéis da novela, deixou a Globo em janeiro de 2019, após 35 anos de casa. Em comunicado, a emissora informou que o fim da parceria foi "de comum acordo".

Porém, o desligamento foi motivado pela denúncia de assédio sexual envolvendo o ator e a figurinista Susllem Tonani feita em 2017, quando o artista acabou sendo suspenso pela Globo.

Após a denúncia vir a público, um grupo de funcionários, colaboradores e executivos da TV Globo se manifestou contra o assédio sexual, usando camisetas com as inscrições "mexeu com uma mexeu com todas", acompanhada da hashtag #chegadeassédio.

Já no lugar de "Salve-se Quem Puder", a Globo vai exibir "Totalmente Demais", um grande sucesso, estrelada por Marina Ruy Barbosa, Fábio Assunção e Juliana Paes.

"Totalmente" foi exibida originalmente entre 9 de novembro de 2015 a 30 de maio de 2016, em 175 capítulos. Foi escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm.

Marina, fazendo uma espécie de gata borralheira na trama, Eliza, foi muito elogiada pela crítica por este trabalho.

A TV Globo acaba de soltar um comunicado oficial confirmando a exibição das novelas "Fina Estampa" e "Totalmente Demais", entre outras informações, como abertura de canais na TV paga e mais espaço para o jornalismo.

O comunicado na íntegra:

"Mudanças na Globo em função do Covid-19

TV aberta vai ficar 11 horas ao vivo, interrompendo programas e novelas, sinal de canais na TV a cabo será aberto e conteúdos no Globoplay liberados

A Globo está acompanhando os desdobramentos do Covid-19 e tomando medidas que possam contribuir para conter o avanço desta pandemia. A empresa tem consciência da importância do seu conteúdo para levar diversão e, sobretudo neste momento, informação para os brasileiros que estarão cada vez mais em casa nos próximos dias. Levando em conta a segurança das suas equipes e este compromisso da Globo com a sociedade, várias decisões foram tomadas e algumas delas o público verá refletidas na sua relação com os conteúdos de jornalismo, esporte e entretenimento, em todos os canais Globo de TV por assinatura, Globoplay e TV Globo.

No caso da TV aberta, que chega a quase 200 milhões de brasileiros, a Globo vai aumentar muito a presença do jornalismo, chegando a 11 horas de programação ao vivo consecutivas, das 4h da manhã às 03h da tarde. Com isso, alguns programas terão a sua exibição suspensa.

As novelas da Globo terão suas gravações paralisadas, o que vai comprometer suas exibições. Algumas terão seus finais antecipados e outras terão que ser interrompidas mesmo. Por que faremos isso? Porque evitar o contato físico é fundamental na estratégia da sociedade para conter a expansão do vírus. E não há novelas sem abraços, apertos de mãos, beijos, festas, cenas de briga, cenas de amor, cenas de carinho, tudo aquilo que reflete a vida real, mas que, hoje, não pode ser encenado em segurança. Interrompendo as gravações, protegemos nossos talentos e, ao mesmo tempo, a sociedade: evitando o contágio aqui, evitamos que ele se espalhe lá fora. O nosso primeiro compromisso é com a saúde de nossos colaboradores e do público.

O jornalismo continuará atuando, e cada vez mais. Porque é possível fazer jornalismo mitigando os riscos, evitando contatos físicos e redobrando medidas de higiene. Assim como o chamado distanciamento social - evitar contato físico -, a informação é uma das mais poderosas armas contra o vírus. E o jornalismo da Globo dará a sua contribuição.

Para garantir diversão nessa situação que vivemos, quando as pessoas estarão mais tempo em casa, vamos exibir grandes sucessos recentes da Globo em uma edição compacta. 'Malhação: Viva a Diferença', 'Novo Mundo', 'Totalmente Demais' e 'Fina Estampa' vão voltar a fazer parte do dia a dia do público.

A Globo traçará estratégias específicas para cada momento e divulgará de forma transparente todas as decisões tomadas. Levando em conta sempre os interesses e as necessidades do seu público, dos seus colaboradores e dos seus parceiros comerciais.

Veja a seguir as mudanças:

Na programação da Globo na TV aberta:

A partir de amanhã, o 'Hora 1' entrará no ar às 4h e entregará para o 'Bom Dia' de cada região, que será exibido das 6h às 08h30. O 'Bom Dia Brasil' irá ao ar até as 10h, quando vai estrear "Combate ao Coronavírus", novo programa focado na pandemia.


Ancorado de São Paulo pelo jornalista Márcio Gomes, o programa terá a participação diária de dois especialistas no estúdio para tirar dúvidas do público. Apresentadores e repórteres de todo o Brasil e do mundo trarão as últimas informações sobre o avanço da doença: dados, estatísticas e orientações das autoridades públicas, de maneira clara e bem didática para deixar a população a par de tudo.

Ao meio-dia, o 'Praça TV 1ª edição' vai incorporar o tempo do 'Globo Esporte'. As informações sobre o mundo esportivo, com várias competições canceladas em todo o mundo, farão parte do jornal local. Em seguida, o 'Jornal Hoje' também terá seu horário ampliado e entregará a programação para a 'Sessão da Tarde', cujos títulos estarão voltados às crianças e jovens que, em casa, deverão assistir à faixa de filmes com a família. O 'Jornal Nacional' também será ampliado e passará a durar 50 minutos. E, ao longo do dia, flashes ao vivo trarão atualizações.Com todo o cuidado com seus profissionais, o Jornalismo da Globo vai informar o público de tudo, pois informação é fundamental no combate ao vírus.

Com a ampliação do espaço dedicado à cobertura jornalística, temporariamente o 'Mais Você', o 'Encontro com Fátima Bernardes', o 'Globo Esporte' e o 'Se Joga' não serão exibidos.

'Malhação: Toda Forma de Amar', escrita por Emanuel Jacobina e com direção artística de Adriano Melo, terá seu final antecipado para o mês de abril. Após o encerramento da atual temporada, entrará no ar um compacto de 'Malhação: Viva a Diferença', que foi escrita por Cao Hamburger e teve direção artística de Paulo Silvestrini.

A partir do dia 30, com o fim de 'Éramos Seis', escrita por Angela Chaves e com direção artística de Carlos Araujo, será exibido um compacto de 'Novo Mundo'. Escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson e com direção artística de Vinicius Coimbra, a novela retrata a transformação do Brasil com a chegada da família real portuguesa. A trama é ambientada no período que antecede a história de 'Nos Tempos do Imperador', próxima novela das seis, dos mesmos criadores.

Já 'Salve-se Quem Puder', escrita por Daniel Ortiz, com direção artística de Fred Mayrink, ficará no ar até sábado, dia 28, quando será feita uma pausa em sua exibição. No dia 30 de março, estreará nesse horário uma versão compacta de 'Totalmente Demais', escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm e que contou com a direção artística de Luiz Henrique Rios.

'Amor de Mãe', escrita por Manuela Dias, com direção artística de José Luiz Villamarim, será exibida até sábado, dia 21, quando sua primeira fase chega ao ápice. A segunda etapa da novela será temporariamente suspensa e, a partir de segunda-feira, dia 23, irá ao ar uma versão compacta de 'Fina Estampa', escrita por Aguinaldo Silva com direção de núcleo de Wolf Maia.

No horário dos jogos da Copa do Brasil e da Libertadores, canceladas, respectivamente, pela CBF e pela Conmebol, serão exibidos filmes. Nesta quarta-feira, exibiremos o longa "Minha Vida em Marte", com Monica Martelli e Paulo Gustavo, no 'Cinema Especial'.

Nos canais fechados:

O público já pode consumir gratuitamente os principais canais lineares da Globo, cujos sinais estão abertos na maioria das operadoras do país. Independentemente do pacote contratado, o assinante tem à disposição conteúdos para toda a família, com informação e entretenimento de qualidade. Os canais liberados são: Gloob, Gloobinho, Canal Brasil, Multishow, GNT, SporTV, SporTV 2 e SporTV 3, GNT, VIVA, Universal TV, Studio Universal, Syfy, Telecine Premium, Telecine Action, Telecine Fun, Telecine Touch, Telecine Pipoca, Telecine Cult, Megapix, Mais Globosat, BIS e OFF, além da GloboNews que traz ao longo de todo o dia uma ampla cobertura sobre o vírus. Ao todo, vão se beneficiar com esse movimento cerca de seis milhões de assinantes, entre clientes pré e pós pago.

No Globoplay:

O Globoplay também disponibiliza a partir de hoje, durante 30 dias, diversos conteúdos para não assinantes. Para entreter a criançada, mais de 30 títulos infantis como' Detetives do Prédio Azul', 'Escola de Gênios', 'Mya Go', 'Bob Zoom', 'Valentins' e 'Dr. Calça Dimensional' estarão abertos. Além desses produtos, séries como 'Shippados' e todas as temporadas de 'Malhação' também estarão disponíveis para toda família em uma página agregadora na plataforma que irá reunir todos os conteúdos".

*Colaborou José Carlos Nery

Flávio Ricco